• Paraíso17

Em visita do ministro Gilberto Kassab, vereador faz alerta para questão do narcotráfico na fronteira

Da Redação
20/04/2017 11h40

O ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, esteve em Campo Grande para falar sobre a "revolução tecnológica" que as cidades brasileiras passarão com o lançamento de satélite ao espaço.

 

Segundo o ministro, diversos setores serão beneficiados, entre eles a saúde e educação. Além de dobrar a capacidade de oferta que é oferecida atualmente pelas operadoras de internet banda larga. No âmbito de Mato Grosso do Sul, o satélite também atuará na segurança da fronteira com outros países.

 

O que chamou bastante atenção do vereador Odilon de Oliveira (PDT), que já atua nas questões de combate ao narcotráfico. Em sua fala, o vereador revelou que 80% do que chega de drogas para o Brasil vem das fronteiras do Estado e, ao todo, são mais de 200 mil pessoas que se encontram viciadas em crack, maconha.

 

"Eu gostaria também de fazer um apelo ao senhor, ministro, porque vejo poucos políticos defender a proteção da nossa fronteira. Espero que esse satélite satélite faça realmente uma boa parceria com o Exército, com o SISFRON. Que o senhor seja mais voz para defender essa bandeira contra o narcotráfico",  convoca Odilon.

 

Em resposta, Kassab afirmou que esse é um pedido que o vereador não precisará mais fazer, porque o as parcerias já estão sendo feitas. "Assinamos um convênio com o Ministério da Defesa para monitorar 100% da fronteira. O combate ao tráfico e contrabando vai ocupar 30% da capacidade do satélite", explicou.

 

Ainda segundo o ministro, os municípios poderão usufruir dos benefícios do satélite, mas não terão gastos. E que com o funcionamento do mesmo, vai ser gerado mais empregos e diversas melhorias. Com Assessoria






VEJA MAIS