• Paraíso17

''Se perdesse no TRE não recorreria, pelo bem da cidade'', diz GG

Após a vitória nos tribunais, Gilberto Garcia reuniu a imprensa e o secretariado para repercutir o julgamento e falar sobre o futuro da sua administração
Glaucia Piovesan, Da Redação / Imagens: Luis Gustavo/Jornal da Nova
28/07/2017 08h15
Durante coletiva Gilberto Garcia agradeceu apoio dos companheiros e a mostrou a mão apontando os quatros votos que teve no TRE / Imagens: Luis Gustavo/Jornal da Nova

“Se perdesse no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) não recorreria, pelo bem da cidade”. Esta afirmação foi feita pelo prefeito Gilberto Garcia (PR), durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta-feira (27), no Paço Municipal, um dia após encerrar a batalha no Tribunal para se manter no comando da prefeitura de Nova Andradina.

 

Tecendo elogios ao órgão estadual, o gestor disse que trata-se de uma instância de recurso importantíssima, com profissionais da mais alta competência para resolver todas os processos eleitorais, de forma austera. E afirmou: “a justiça foi feita”.

 

Para Gilberto, esta decisão dará mais tranquilidade para administrar a cidade. “Nova Andradina vive um momento muito bom, com mais de 40 obras em andamento. A insegurança jurídica prejudica a cidade, porque põe em dúvida uma eleição. Se perdesse no TRE não recorreria, iria nas ruas trabalhar para fazer o novo prefeito”, emendou, agradecendo a todas as pessoas que acreditaram na sua vitória.

 

O chefe do executivo disse que a prioridade é terminar o ano de forma equilibrada e fazer a entrega das obras que foram herdadas, mas que ainda não estavam concluídas. Para viabilizar novos projetos, o gestor municipal deve ir a Brasília nas próximas semanas acompanhado pelos vereadores para buscar recursos e parcerias com o governo federal.

 

Entre os novos investimentos citou a revitalização da avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, com a construção de uma ciclovia que irá interligar Nova Andradina e Batayporã; a regularização de áreas e imóveis de Nova Casa Verde e projetos de drenagem e pavimentação asfáltica também em Casa Verde e anunciou a doação de 500 lotes que serão destinados à novas moradias.

Coletiva reuniu membros da imprensa local, secretariados e vereadores – Foto: Luis Gustavo/Jornal da Nova

Questionado pela reportagem do Jornal da Nova, Gilberto Garcia declarou que, por enquanto, está descartada qualquer reforma administrativa. Todos os secretários de primeiro escalão serão mantidos. O prefeito ainda respondeu questões sobre melhoria do atendimento do Hospital Regional, emprego, habitação, entre outras áreas.

 

Ao final, o prefeito de Nova Andradina fez uma breve avaliação dos sete primeiros meses de governo. “Trabalhamos na plenitude, tanto é que a cada canto da cidade tem gente nossa trabalhando. Temos 40 obras em andamento. A avaliação é positiva”, finalizou.

 

Nenão se pronunciou por meio de nota, que foi lida no início da coletiva

Para Nenão, a justiça está sendo feita. “Ainda não terminou, mas essa vitória nos fortaleceu ainda mais. Daqui pra frente, teremos mais tranquilidade para trabalhar, continuar o que está acontecendo de bom e melhorar naquilo que ainda sabemos que precisamos melhorar”, defendeu.

 

Justificando sua ausência, o vice-prefeito disse que está em viagem e agradeceu a todos que rezaram, torceram e sofreram juntos. Em outro trecho da nota, disse que defende a vontade soberana da população, que concedeu um passaporte para que Gilberto e Nenão administrassem o município por quatro anos.

 

E encerrou seu pronunciamento de maneira enfática: “como diz a voz do povo, deixa o GG trabalhar. E eu mais do que nunca me sinto parte deste time de guerreiros, de pessoas de bem, que estão dispostas a fazer o melhor por nossa cidade”.






VEJA MAIS