• Paraíso17

''A Chuva chegou em boa hora'', analisa Mario Kai, engenheiro agrônomo da Coopergrãos

A expectativa é que a colheita seja melhor que no ano anterior
Glaucia Piovesan, Da Redação / Imagens: Jornal da Nova
18/08/2017 14h50
Na análise do engenheiro agrônomo da Coopergrãos, Mario Kai, a chuva chegou em boa hora / Imagens: Jornal da Nova

Contrariando as previsões iniciais de que as chuvas chegariam apenas em meados de setembro, a região de Nova Andradina já registrou mais de 100 milímetros de chuva desde o começo desta semana.

 

Na análise do engenheiro agrônomo da Coopergrãos, Mario Kai, a chuva chegou em boa hora, já que muitas áreas ainda estão em fase de preparo do solo para o plantio da soja dentro do prazo planejado. Para a pecuária, a água também foi bem-vinda.

 

“A situação estava ficando preocupante porque estava tudo seco. Agora, já começa a brotar a grama. Por outro lado, não vai atrapalhar tanto a colheita de milho, já que na próxima semana a previsão é de sol. Está excelente”, comemora.

 

Plantio de Soja

Após o vazio sanitário, que se encerra no dia 15 de setembro, o plantio de soja deverá ser iniciado pelos grandes produtores. Na região de Nova Andradina, pelo histórico dos anos, em condições climáticas normais, a força maior de plantio será de 20 outubro e até o dia 10 de novembro.

 

A expectativa é que a colheita seja melhor que no ano anterior. Com relação aos preços, o ideal agora é ficar de olho nos repiques de preços e vender antecipado, pelo menos 30% da produção. “A princípio, os preços serão melhores que o do milho, mas o produtor deve ficar atento porque tudo é cíclico. Não vejo um crescimento tão acentuado como nos últimos anos, tem que apertar os cintos. A rentabilidade não será a mesma. O produtor deve ficar atento ao mercado, analisar o melhor momento para vender”, analisa Mario Kai.






VEJA MAIS