• Paraíso17

SIG de Nova Andradina apreende pouco mais de 3 toneladas de maconha em sítio da Casa Verde

Dois suspeitos foram presos acusados de tráfico de drogas
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: Jornal da Nova
15/11/2017 08h15
A droga estava escondida sob uma carga de grama / Imagens: Jornal da Nova

Mauri da Silva de 22 anos, e Djalma Ribeiro de 51 anos, foram presos acusados de tráfico de drogas em Nova Casa Verde, na tarde desta terça-feira (14), pelos investigadores da SIG (Seção de Investigações Gerais) da Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina.

 

Consta no boletim de ocorrência, que os investigadores receberam a informação que um caminhão carregado com grama estaria transportando grande quantidade de entorpecente e estaria escondido em um sítio em meio a uma faixa de mata na Gleba Angico, próximo ao distrito, sendo a entrada da propriedade às margens da MS-134, posterior a saída da Linha Floresta.

 

Diante da informação, os policiais foram até o local e averiguaram os sítios que tinham em seu entorno uma faixa de mata. Ao final da estrada, foi visualizado um VW/Gol, cor branco, com placas de Eldorado, estacionado atrás de um resto de construção e uma árvore, o carro estava aberto, sem nenhum ocupante, dando a impressão de que o condutor estaria escondendo o veículo.

 

Próximo ao Gol, haviam rastros de um veículo pesado, em meio a um carreador, indo em direção a uma reserva de mata fechada. Ao seguir o rastro, logo a equipe policial se deparou com o caminhão Ford/Cargo 816S, escondido em meio a vegetação, carregado de grama. Embaixo da grama, o caminhão estava carregado com 3.030 quilos de maconha.

Os policiais fizeram buscas pelo local, mas nenhum suspeito havia sido encontrado, entretanto, na propriedade vizinha, Djalma foi abordado, e perguntado sobre a droga, ele demonstrou nervosismo e respostas contraditórias e depois contou que sítio era de sua propriedade, mas não tinha conhecimento dos veículos que estavam lá.

 

Djalma estava sendo conduzido juntamente com seu veículo VW/Parati, com placas de Curitiba (PR), até a Delegacia, quando, depois aproximadamente dois quilômetros, ainda na estrada vicinal da Gleba Angico, Mauri foi avistado em meio a vegetação, e ao perceber que o caminhão estava sendo conduzido por um policial civil, empreendeu fuga, foi alcançado e preso.

 

Os veículos e os dois suspeitos, bem como o entorpecente foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, onde a autoridade policial autuou a dupla em flagrante delito.



Galeria de Imagens / Imagens: Jornal da Nova






VEJA MAIS