• Paraíso17

Negado seguimento a recurso que pede cassação de Gilberto e Nenão

Porém, ainda cabe o chamado “agravo de instrumento” para dar continuidade ao processo no TSE
Da Redação / Imagens: Jornal da Nova/Arquivo
20/11/2017 12h30
Nenão e GG em uma das idas ao TRE em Campo Grande / Imagens: Jornal da Nova/Arquivo

Na última semana, foi negado o seguimento ao recurso especial que busca cassar, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prefeito de Nova Andradina, Gilberto Garcia (PR), e seu vice, Nenão (PMDB). Porém, a novela poderá ganhar novos capítulos caso a defesa ingresse com o chamado “agravo de instrumento”, um procedimento de praxe em casos como esse. 

 

Leia também

>> Gilberto é absolvido mais uma vez em processo de cassação no TRE

 

O recurso especial foi interposto pela coligação “Nova Andradina Acima de Tudo” que conseguiu, em primeira instância, a cassação dos representantes, contudo, foi derrotada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e tenta, agora, levar o caso para ser julgado pelo TSE.

 

O caso se refere à ação de investigação judicial eleitoral, em que a coligação alega abuso dos meios de comunicação social, com a veiculação desigual de propaganda eleitoral, sob a modalidade de inserções, em inobservância do plano de mídia da Justiça Eleitoral, causando prejuízos a partidos e coligações. 

 

“Os argumentos expostos não são suficientes a ensejar a admissibilidade de instauração da requerida instância especial, uma vez que não logram êxito em convencer sobre a necessária violação dos dispositivos apontados e uma possível reclassificação jurídica dos fatos verificados nos autos”, detalha trecho da sentença.

 

Leia também

>> TRE começa a julgar embargo de declaração que pode ''ressuscitar'' cassação de GG

>> ''Nova Andradina Acima de Tudo'' oficializa embargo contra sentença do TRE

 

No documento, a não execução correta do mapa de mídia foi reconhecida, entretanto, foi considerada como insuficiente para que Gilberto e Nenão respondessem por abuso dos meios de comunicação social e fossem, consequentemente, cassados.

 

“Apesar de a emissora de rádio não ter observado fielmente o mapa de mídia para a veiculação da propaganda eleitoral sob a modalidade de inserções, dividindo desigualmente o tempo de propaganda entre as coligações, mantendo, no entanto, entre os três blocos diários de audiência, o tempo proporcional de divulgação, não ocorrendo, pois, prejuízo suficiente a ensejar significativo benefício em favor de uma delas, não há que se falar em prática de abuso dos meios de comunicação social, cometida através da manipulação indevida da ordem e quantidade das veiculações de propaganda eleitoral gratuita pela rádio. A mera presunção quanto ao encadeamento dos fatos impugnados e o benefício eleitoral auferido pelos candidatos não autoriza a condenação pela prática de abuso”, acrescenta outro trecho.

 

“Ainda que se considere ter havido o desrespeito ao mapa de mídia pela emissora de rádio, não se pode afirmar com certeza a utilização indevida da rádio em prol unicamente dos recorrentes, pois que o descumprimento cometido afetou a todos os candidatos e coligações que disputaram o pleito, mas, não sendo suficiente para influir na vontade dos eleitores e macular o pleito eleitoral, deve ser provido o recurso para reformar a sentença que julgou procedente a ação e cassou os diplomas dos candidatos eleitos", completa o documento.

 

Entenda mais sobre o caso nos links relacionados.

>> ''Se perdesse no TRE não recorreria, pelo bem da cidade'', diz GG

>> Autor de ação que pede cassação de GG e Nenão irá recorrer ao TSE

>> Após três adiamentos, TRE reforma sentença e mantém Gilberto e Nenão nos cargos

>> Expectativa da defesa de GG e Nenão é que julgamento termine nesta quarta (26)

>> Pela terceira vez, julgamento de GG e Nenão é adiado no TRE

>> GG volta a capital para acompanhar julgamento no TRE nesta segunda-feira (24)

>> GG amplia vantagem, mas novo pedido de vistas adia decisão

>> Depois do três a zero, julgamento do GG continua nesta segunda-feira na Capital

>> GG caminha para continuar na Prefeitura; pedido de vista adia decisão

>> Prefeito Gilberto e vice Nenão chegam ao TRE para acompanhar o julgamento

>> Futuro da gestão ''GG'' será decidido nesta semana

>> TRE definirá futuro de Gilberto e Nenão na próxima semana

>> TRE deve julgar recurso de Gilberto Garcia na primeira quinzena de julho

>> Aliados de Gilberto comemoram parecer e aguardam decisão do TRE

>> Procuradoria Regional Eleitoral dá parecer à defesa de Gilberto Garcia

>> Valeriano Fontoura reforça defesa de Gilberto e Nenão
>> Primeiro semestre promete definir futuro político de prefeito, vice e vereador

>> Defesa de Gilberto Garcia e Nenão entra nesta quinta com recurso no TRE

>> Partidos políticos já se movimentam em Nova Andradina

>> ''Respeitamos, mas não concordamos'', diz Gilberto Garcia, sobre a decisão da Justiça Eleitoral

>> Advogado explica processo de cassação de Gilberto e Nenão

>> Justiça anula eleições e Gilberto e Nenão são cassados

>> MPE pede cassação de Gilberto e Nenão por abuso de poder






VEJA MAIS