• Paraíso17

Recuperação da MS-338 segue em ritmo acelerado e previsão é liberar o fluxo na próxima segunda

Seinfra / Imagens: Divulgação
12/01/2018 12h00

As obras de recuperação da rodovia MS-338, no trecho que liga Santa Rita do Pardo a Bataguassu, seguem em ritmo acelerado, informou a Diretoria de Empreendimentos  Viários (Demv) da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul). Engenheiros da Agência Central, de Campo Grande, estiveram nessa quinta-feira (11) no local, onde discutiram as soluções para recuperar o trecho e liberar a passagem de veículos.

 

Leia também

>> Chuva provoca novo estrago e rodovia MS-338 é completamente interditada

 

De acordo com o coordenador em exercício da Diretoria, Arsil Silva Garcez, com uma previsão otimista em relação às chuvas a rodovia poderá ser liberada já na segunda-feira (15). “Se as chuvas derem trégua podemos liberar o trecho já na segunda-feira. Estamos trabalhando em ritmo intenso. Lá vamos aproveitar parte do desvio que já havia sido feito e também faremos duas rampas, que permitirão a liberação do tráfego enquanto a parte que desmoronou poderá será refeita ao mesmo tempo”, explicou.

 

A rodovia MS-338 foi totalmente interditada na quarta-feira (10) após o rompimento completo das galerias pluviais que ainda seguravam parte da pista. A MS estava parcialmente interditada desde o dia 2 de janeiro, quando o tráfego estava liberado apenas um veículo por vez. Desde então, uma empresa contratada pelo Governo do Estado vinha fazendo o monitoramento da pista e já havia realizado um desvio.

 

A rodovia passa atualmente por trabalhos de recapeamento em 60,2 km de extensão, com investimentos da ordem de R$ 43,6 milhões de recursos próprios do Governo. Com a atual restauração, a pista também receberá um sistema de drenagem reforçado em alguns pontos, o qual já foi previsto à época da realização do projeto executivo de recapeamento.






VEJA MAIS