• Paraíso17

Paranaense é autuado por entrar e navegar em área do Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema

Da Redação / Imagens: PMA/Divulgação
19/02/2018 10h00
Uma das equipes em fiscalziação no parque / Imagens: PMA/Divulgação

No sábado (17), policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados e do Grupamento da PMA localizado no PEVRI (Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema) realizavam operação preventiva e combate à pesca predatória e de outras infrações e crimes na área do Parque e uma das equipes deparou com um paranaense que navegava dentro da área sem autorização ambiental.

 

Durante algum tempo depois da criação do Parque, era comum moradores do Estado vizinho do Paraná, adentrar a área da Unidade de Conservação, especialmente para pescar. Por esse motivo, a PMA instalou um posto dentro do Parque, o qual recebe reforço de efetivo durante a piracema. Depois de prisões e trabalho de orientação essa invasão diminuiu na Unidade de Conservação e em seu entorno.

 

O autuado reside em Maringá (PR) e estava em uma embarcação. Os policiais suspeitam que ele praticaria pesca, porém, no momento da abordagem, não estava com nenhum petrecho. Às vezes, alguns pescadores deixam petrechos de pesca ilegais escondidos. Durante a Operação Piracema de 2016, a PMA apreendeu 80 redes de pesca escondidas nas matas do Parque.

 

De qualquer forma, a equipe apreendeu o barco, o motor de popa e autuou administrativamente o infrator em R$ 1 mil, conforme determina a lei.






VEJA MAIS