• Paraíso17

Serrana conclui levantamento e define valor para por fim à Zona Azul em Nova Andradina

Reunião foi realizada na sede do Executivo municipal; Prefeitura analisa estratégias para seguir com as tratativas
Da Redação / Imagens: Arquivo/Luis Gustavo/Jornal da Nova
12/03/2018 19h21
Sede da Serrana Mobilidade em Nova Andradina / Imagens: Arquivo/Luis Gustavo/Jornal da Nova

A Serrana Mobilidade, empresa catarinense responsável por explorar o serviço de estacionamento rotativo em Nova Andradina, concluiu o levantamento dos investimentos realizados no município e definiu o valor de "reembolso" para por fim às atividades na região central da cidade. 

 

Leia também

>> Zona Azul segue normalmente e sem previsão de encerrar atividades

>> Zona Azul continua em funcionamento e não há previsão para encerrar atividades

>> Notificação da Prefeitura de Nova Andradina à Zona Azul vence nos próximos dias

>> Gilberto notifica Serrana e aguarda 15 dias para anunciar futuro da Zona Azul em Nova Andradina

>> Prefeitura de Nova Andradina avalia extinguir zona azul no início de 2018

 

Pouco mais de R$ 500 mil. Esse é o montante que a empresa quer para deixar de operar a Zona Azul e Verde em Nova Andradina, conforme apurou o Jornal da Nova. O anúncio foi feito por um dos sócios do empreendimento que, na companhia de um engenheiro, participou de uma reunião na última semana, na sede da Prefeitura. 

 

Segundo apurado pelo Jornal da Nova com fontes que acompanham de perto a negociação, “a Serrana está no alto da proteção contratual. Ou querem tudo (permanência do sistema vigente de cobrança) ou tudo (indenização dos investimentos realizados na adoção do sistema)”. 

 

Apesar da ‘’pedida’’, o prefeito Gilberto Garcia (PR) ainda acredita em uma negociação amigável com a empresa, especialmente por conta do momento financeiro vivido pelo município. Recentemente, o republicano assinou dois decretos visando reduzir despesas para equilibrar as contas da Prefeitura.

 

Gilberto disse a reportagem que a procuradoria do município encaminhou a proposta para os departamentos responsáveis em realizar uma auditoria quanto aos valores apresentados pela empresa, para chegarem a um acordo.

 

Caso as tratativas não avancem, o caso deve parar na Justiça.






VEJA MAIS