• Paraíso17

Mulheres ainda não despontam como pré-candidatas ao Executivo, em Nova Andradina

Última representante feminina que disputou o cargo foi Regina Duarte, em 2000; município nunca foi comandado por uma mulher
Da Redação / Imagens: Arquivo/Prefeitura Municipal de Juti/Divulgação
14/03/2019 09h15
Regina Duarte foi a única mulher que concorreu a cadeira do executivo há quase 20 anos / Imagens: Arquivo/Prefeitura Municipal de Juti/Divulgação

Em março, mês em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher, diversas atividades são realizadas pelo poder público, no entanto, a representatividade feminina nos espaços de comando ainda é baixa, seja em funções comissionadas ou eletivas. 

 

Para se ter uma ideia, em 60 anos de história, Nova Andradina jamais teve uma mulher como prefeita. A última que tentou exercer o cargo foi Regina Duarte, em 2000, há quase 20 anos, no entanto, ela terminou em segundo no pleito. 

 

A pouco mais de um ano para as próximas eleições, o cenário de ausência caminha para se repetir. Entres as pré-candidaturas ao Executivo municipal já anunciadas publicamente, não há nenhuma mulher.

 

Dione Hashioka chegou a ser cotada pela cúpula do PSDB, conforme divulgado recentemente pelo Jornal da Nova, porém, no mesmo dia encaminhou nota, via WhatsApp, alegando que não existem articulações nesse sentido. 

 

Em Nova Andradina, a representatividade feminina, aliás, passa longe da disputa majoritária, visto que não há tratativas nem mesmo para compor como vice-prefeita. Nas últimas cinco eleições municipais, por exemplo, nenhuma mulher disputou a função. 

 Aliadas no passado, Dione e Joana são hoje as principais representantes das mulheres na política de Nova Andradina - Foto: Arquivo/CMNA/Divulgação

Depois de uma Legislatura inteira sem representantes no Legislativo (de 2013 a 2016) e períodos sem nenhuma mulher na anterior (de 2008 a 2012), atualmente a Câmara possui apenas Joana Darc (PR), esposa do prefeito Gilberto Garcia (PR), como vereadora. 

 

Já no primeiro escalão do Executivo nova-andradinense, a única mulher que exerce função de secretária municipal é Julliana Ortega, na Assistência Social, além de Márcia Lobo, diretora da Agência Municipal de Habitação.  






VEJA MAIS