• Paraíso17

Moradoras de Bataguassu são presas por tráfico de drogas em Maracaju

Mesmo confrontadas com os fatos as mulheres negaram serem as proprietárias do entorpecente
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: PMR/Divulgação
26/05/2019 12h00
Dupla foi autuada em flagrante por tráfico de drogas / Imagens: PMR/Divulgação

Policiais da PMR (Polícia Militar Rodoviária) da base operacional de Vista Alegre, em Maracaju prenderam, duas mulheres por tráfico de drogas na tarde deste sábado (25). As suspeitas residem em Bataguassu e foram abordadas em um ônibus que faz itinerário Ponta Porã a Campo Grande.

 

Em vistoria ao interior do veículo, foi observado no compartimento interno de bagagem, três malas de pequeno porte com maconha. Ainda próximos a bagagem, também foram localizados dois travesseiros contendo em seu interior mais entorpecente, que pesados totalizaram 23 quilos.

 

Ao localizarem as bagagens os policiais perceberam que duas mulheres de 20 e 29 anos, que estavam sentadas próximas das malas, demonstraram grande nervosismo e inquietação. Ao serem indagadas sobre as malas e os travesseiros, elas negaram serem proprietárias das bagagens. Entretanto, testemunhas informaram aos policiais rodoviários ter visto a mulheres embarcarem na rodoviária de Ponta Porã, com as malas e travesseiros e que elas se negaram a etiquetar as bagagens.

 

As mulheres chegaram a tentar agredir as testemunhas sendo necessário serem contidas e algemadas para resguardar integridade física dos envolvidos.

 

A mulher de 20 anos, forneceu voluntariamente seu aparelho celular a equipe policial, onde foi possível visualizar fotos com o entorpecente em uma balança e foto da mulher de 29 anos de posse de uma pistola.

 

Mesmo confrontadas com os fatos as mulheres negaram serem as proprietárias do entorpecente, informando residirem em Bataguassu e terem ido na última madrugada à Ponta Porã com a finalidade de comprar um aparelho celular e brinquedos, mas não teriam conseguido fazê-lo.

 

Diante do flagrante, as autoras e entorpecentes foram encaminhadas à Delegacia de Policia em Maracaju.






VEJA MAIS