• Paraíso17

Em três abordagens, 844,5 kg de maconha e skunk são apreendidos pela PRF em MS

Apreensões ocorreram no km 141 da BR-262, região de Água Clara
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: PRF/Divulgação
18/06/2019 16h30
Três carros transportando drogas foram apreendidos / Imagens: PRF/Divulgação

Em três ocorrências nesta segunda-feira (17), a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu 839 quilos de maconha e 5,5 quilos de skunk, no km 141 da BR-262, em Água Clara.

 

Na primeira ocorrência, a equipe abordou um Fiat/Palio weekend, com placas de Rochedo. Durante vistoria minuciosa ao veículo, foram encontrados 37 tabletes de maconha escondidos no painel e no assoalho do carro, totalizando 26 quilos da droga.

 

O condutor, de 42 anos, declarou ter pego o automóvel carregado com a droga em Campo Grande e o levaria até Uberlândia (MG), onde receberia R$ 3 mil pelo transporte.

 

Na segunda abordagem, um Renault/Fluence, com placas de Belo Horizonte (MG), freou bruscamente ao passar pela Unidade Operacional da PRF. Foi dada ordem de parada, porém o motorista não respeitou, jogando o veículo em direção aos policiais e iniciando fuga.

 

Após alguns metros, o condutor lançou o veículo para fora da pista e empreendeu fuga a pé, não sendo localizado. Dentro do veículo os agentes encontraram uma grande quantidade de maconha. Após pesagem, a droga totalizou 813 quilos.

 

Em consulta aos sinais de identificação do veículo, também foi descoberto que havia uma ocorrência de apropriação indébita, registrada no ano passado pela empresa de locação dona do automóvel.

Na última ocorrência, foi abordado um VW/Fusca, com placas de Campo Grande. No veículo estavam quatro pessoas: três adultos e um bebê de seis meses. O motorista, de 72 anos e os passageiros, um homem de 37 anos e uma jovem de 19 anos, demonstraram nervosismo durante a abordagem. Foi realizada uma vistoria no interior do automóvel e encontrados, embaixo do banco traseiro, 5,5 quilos de skunk.

 

O condutor declarou que comprou o veículo há seis meses e que desconhecia a droga escondida no carro. Já os passageiros informaram que estavam apenas pegando carona.

 

Todas as ocorrências foram encaminhadas à Polícia Civil em Água Clara e o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar a jovem de 19 anos e o bebê.



Comunicar erro




VEJA MAIS