• Paraíso17

Embriagado, policial militar bate em veículo com duas crianças e ameaça testemunhas de acidente em MS

Acidente foi registrado na BR-163, saída para Três Lagoas. Veículo atingido por PM ambiental levava um casal e duas crianças, de nove e um ano de idade
G1/MS / Imagens: Arquivo/PC-MS/Divulgação
11/11/2019 10h00

Quatro pessoas ficaram feridas, entre elas duas crianças, em um acidente na BR-163 na noite de sábado (9), na região sul de Campo Grande. Segundo testemunhas, o motorista de um dos veículos envolvidos no acidente, um policial militar ambiental, estaria alcoolizado e teria as ameaçado para não comentar sobre o caso.

 

A colisão entre os dois veículos ocorreu no anel rodoviário de Campo Grande. De acordo com testemunhas, um dos carros, em que estavam um casal e duas crianças, ia no sentido Três Lagoas, saída para São Paulo. O motorista fazia uma manobra para entrar em uma chácara, quando foi atingido por outro veículo, que vinha no sentido contrário.

 

Em um dos carros, estava o motorista, de 29 anos, uma mulher, de 31 e duas meninas, uma de nove e outra de um ano. No outro, o condutor era um policial militar ambiental, de 44 anos, que, segundo com a polícia, estaria alcoolizado. Com o impacto da batida, as crianças teriam sido lançadas para fora do veículo.

 

Conforme o boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga, o PM ambiental ainda teria ameaçado testemunhas com uma arma de fogo e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ele sofreu ferimentos leves e não quis ser levado para uma unidade de emergência. A arma dele foi apreendida.

 

As quatro vítimas que estavam no outro veículo foram socorridas pelos bombeiros e levadas para a Santa Casa de Campo Grande. O condutor, de 29 anos, teve ferimentos leves e já teve alta. A passageira, de 31 anos, está na área verde do pronto socorro, consciente, orientada e comunicativa. A criança de um ano está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sedada e entubada sob ventilação mecânica. Já a criança de nove anos está na área vermelha da pediatria do Pronto Socorro, acordada, em respiração espontânea e respondendo aos estímulos. Ela aguarda agora uma cirurgia devido a fratura dos ossos do antebraço esquerdo.



Comunicar erro




VEJA MAIS