• Paraíso17

PMA prende dupla por pescar com redes durante a Piracema

O pescado e os materiais foram apreendidos
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: PMA/Divulgação
08/12/2019 17h00
Petrechos apreendidos / Imagens: PMA/Divulgação

Policiais militares ambientais de Jardim, que trabalham na Operação Piracema, receberam diversas denúncias contra dois jovens mecânicos de 19 e 23 anos, sobre pesca durante a piracema e com uso de redes e tarrafas (petrechos proibidos).

 

Depois de vigilância, uma equipe conseguiu prender os dois no rio Miranda, no município de Guia Lopes da Laguna, na tarde da última sexta-feira (6).

 

Os infratores estavam em uma chácara e esperavam anoitecer para iniciar a pescaria predatória, conforme um deles confessou. No local foram encontrados vários petrechos de uso proibido, como, três redes de pesca, um tarrafão, bem como um exemplar de peixe da espécie jaú, que eles haviam capturado e beneficiado.

 

O peixe estava sem o couro e a carne, porém, com a cabeça, a coluna vertebral e a nadadeira caudal, sendo possível efetuar a medida e verificou-se que se apresentava abaixo da medida permitida por lei, que é de 95 centímetros para a espécie. O pescado e os materiais foram apreendidos.

 

Os infratores, residentes em Jardim, receberam voz de prisão e foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna. Eles responderão por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados e multados administrativamente em um total de R$ 1,7 mil.



Comunicar erro




VEJA MAIS