• Paraíso17

PMA prende e autua administrador de fazenda por pesca durante a Piracema

Da Redação / Imagens: PMA/Divulgação
15/12/2019 13h00
Foram apreendidos 47 quilos de pescado / Imagens: PMA/Divulgação

Policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados receberam denúncias, de que o funcionário de uma fazenda, localizada no município de Ponta Porã estaria praticando pesca predatória durante o período proibido de defeso no rio Dourado e armazenando o pescado em sua residência na propriedade.

 

Uma equipe foi ao local e prendeu o denunciado, de 45 anos, por pesca predatória. No freezer da residência do infrator havia 45 quilos de pescado da espécie pintado e dois quilos da espécie curimbatá, alguns exemplares ainda frescos, que o pescador havia capturado no período proibido, confirmando a denúncia. O pescado e o freezer foram apreendidos.

 

O infrator, residente na fazenda, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã, onde ele foi autuado em flagrante e responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Ele também foi autuado e multado administrativamente em R$ 2 mil. O pescado será doado para instituições filantrópicas.



Comunicar erro




VEJA MAIS