PMA autua 18 envolvidos em rinha de galo e aplica multa de R$ 27 mil

Redação


Policiais Militares Ambientais (PMA) de Campo Grande foram acionados ontem (15) à tarde pelo Centro de Operações Integradas de Segurança Pública – CIOPS, em virtude de uma ocorrência de rinha de galo, que estaria sendo atendida pelo 9º Batalhão da Polícia Militar na Chácara dos Poderes.

No local, a PMA verificou tratar-se de atividade de rinha, com crime de maus-tratos e realizou a apreensão de 29 galos, sendo que um já estava morto. As arenas utilizadas nas rinhas também foram apreendidas.

Os galos foram encaminhados ao Centro de Zoonoses - CCZ na Capital. Depois do encaminhamento criminal realizado por policiais militares do 9º Batalhão e da PMA à Delegacia de Pronto Atendimento – DEPAC, os policiais ambientais realizaram a autuação administrativa de 18 pessoas envolvidas na infração.

Eram 6 pedreiros, 4 ajudantes de pedreiro, 2 pintores, 1 lavrador, 1 técnico em enfermagem, 1 supervisor, 1 gesseiro, 1 funcionário público e uma diarista, que receberam multas de R$ 1.500,00 cada um.

Os autores já estão respondendo por crime ambiental. A pena por maus-tratos é de 06 meses a 01 ano e meio de detenção.

As informações são da PMA

 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!