PMA fecha serraria ilegal em fazenda e autua pecuarista

Redação/PMA


Policiais Militares Ambientais (PMA) de Cassilândia, em fiscalização no município de Inocência fecharam ontem (26) no final da tarde uma serraria que funcionava sem autorização do órgão ambiental competente. A atividade foi localizada na fazenda Nossa Senhora de Fátima e as serras, eram do tipo pica-pau, modelo horizontal.

Os policiais encontraram também 16 toras de madeira da espécie “faveiro”, em um total de 12 m³, que foram retiradas sem autorização ambiental DOF (Documento de Origem Florestal). A serraria foi fechada e a madeira e as serras foram apreendidas. O proprietário da fazenda, residente em Três Lagoas foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00.

O autuado responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental e de armazenar madeira ilegalmente. Se condenado, poderá pegar pena de detenção, de três meses a um ano pela atividade de serraria e, de 06 meses a 01 ano de detenção pela madeira ilegal.


Clique aqui e leia sobre a atuação da PMA no Assentamento Teijin.
 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!