'Operação Curupira' aprende documentos nas Câmaras de Deodápolis e Glória de Dourados

Redação


O GAECO (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) deflagrou nesta sexta-feira, 03, a Operação Curupira na Câmara Municipal de Deodápolis e fez busca apreensão em duas residências em Glória de Dourados após receber denúncias de falsificação de documentos para obtenção de empréstimos consignados e também de pedidos de diárias de viagens que não foram realizadas.

Cinco vereadores de Deodápolis estão envolvidos nos crimes investigados e são eles: Expedito Ponciano, presidente da Câmara, José Manoel Rosa, vice-presidente, Márcio Teles, 1º secretário, Francisco Euzébio de Oliveira, 2º secretário e o vereador Valdecir Trevisan.

Também estão sendo realizadas busca e apreensão na residência do contador Osvaldo Ursolino da Rosa e da prestadora de serviço Letícia Ramalheiro, ambos moradores de Glória de Dourados, mas que trabalham em Deodápolis e são suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção.

Participam da operação os Promotores de Justiça Marcos Alex Vera de Oliveira (Coordenador do GAECO), Claudia Loureiro Ocariz Almirão (Coordenadora do GAECO da Região de Dourados), Luiz Antonio Freitas de Almeida e Amilcar Araujo Carneiro Júnior.

As informações são do MPE

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!