Fugitivo da Máxima da Capital é preso no Tocantins durante uma tentativa de assalto

Redação


Na tarde de sexta feira (10), na cidade de Santa Fé do Araguaia/TO, o fugitivo Marco Antonio Cuenca de 39 anos, vulgo "Cuenca", foi preso pela Polícia Civil daquela cidade no momento em que tentava assaltar uma unidade bancária do município.

"Cuenca" cumpria pena na máxima de Campo Grande quando, no dia (08), em horário de visitas, trocou de lugar com o seu irmão, Werinton Velane Cuenca de 32 anos, e fugiu do presídio pela porta da frente, como se ele fosse o visitante.

Desde a fuga, o Garras vem investigando o seu paradeiro, inclusive o seu envolvimento em um recente roubo a banco ocorrido em Ribas do Rio Pardo.

Durante os levantamentos, o Garras teve informações de que ele teria fugido para Santa Catarina e, posteriormente, para o Tocantins.

O Garras agora ouvirá Marcos Antônio Cuenca visando apurar o seu envolvimento em outros crimes praticados aqui no Estado.

Campo Grande

Marcos fugiu do Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande no dia (08) de julho durante o horário de visitas. O irmão do preso Werinton Velane Cuenca foi até o estabelecimento penal e ficou no lugar de Marcos, enquanto ele saía pela por da frente do presídio.

Ribas do Rio Pardo
Marcos foi preso após participar do assalto do banco do Brasil no dia (14) de fevereiro deste ano. Na ocasião o detento e outros comparsas levaram R$ 250 mil em dinheiro, mas foi preso no dia (17) de fevereiro em Guairá/PR. Com ele, a polícia localizou uma pistola e R$ 95 mil em dinheiro. Marco tem 08 processos no Estado de São Paulo, por carga de cigarro.

As informações são da PC
 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!