50 mil alunos na Capital tem orientação da Semana Nacional de Segurança

Além de conhecimento eles vão ser motivados a elaborar trabalhos e receber prêmios

Redação


As informações vão chegar por meio do projeto ABC da Energia, uma iniciativa pioneira que une o Governo do Estado, o Conselho de Conselho de Consumidores da Enersul e a Empresa Energética de Mato Grosso do Sul. A parceria tem como finalidade promover o entendimento e a prática da cidadania, pela divulgação em todas as escolas da rede pública dos municípios que integram a área de concessão, de material pedagógico sobre a utilização da energia elétrica de forma segura, econômica e sustentável, em termos de conservação e proteção.

Na primeira fase, o projeto contempla as escolas estaduais públicas de Campo Grande. São 87 unidades, onde o conteúdo do projeto será trabalhado com cerca de 50 mil alunos do ensino fundamental. As informações chegarão às crianças e adolescentes por meio dos coordenadores pedagógicos que, no dia 15 de agosto, receberam, no lançamento do projeto, todo o conteúdo do ABC da Energia, em um seminário na Concessionária.

No evento, que compõe as atividades da Concessionária dentro da Semana Nacional de Segurança com Energia e que segue as orientações da Políticas de Responsabilidade Socioambiental da Rede Energia, os educadores assistiram a palestras, realizaram visitas guiadas nas áreas técnicas, tais como o Centro de Operação do Sistema e o Centro de Eficiência e Inovação, este último responsável por projetos de Pesquisa & Desenvolvimento, bem como receberam um kit com um diversificado e amplo conteúdo das campanhas sobre uso seguro e eficiente de energia, em formato de cartilhas, livros e vídeos, para ser multiplicado e aplicado como disciplina transversal nas escolas.

Incentivos

Além de ser uma oportunidade de agregar novos conhecimentos, tanto para os professores quanto para os alunos, o projeto ABC da Energia vai premiar, com uma câmera fotográfica digital, o melhor trabalho desenvolvido sobre o tema, em cada uma das escolas. Os critérios e a avaliação do material produzido pelos alunos serão definidos pela Secretaria Estadual de Educação.

Será mais uma oportunidade para estimular e revelar talentos, já que nesses trabalhos as crianças e os adolescentes poderão expressar o entendimento e a criatividade por meio de redação, desenho, artesanato, peça teatral e outros. O projeto ofertará, ainda, um computador portátil de última geração, para ser sorteado entre os coordenadores pedagógicos. Será, também, mais uma maneira de reconhecer o empenho e a dedicação desses profissionais envolvidos nessa tarefa cidadã: o compromisso de usar a energia elétrica de forma sustentável, visando garantir a disponibilidade e o conforto para as futuras gerações e para o planeta.

Assessoria
 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!