Operação da PC resulta em um ferido e dois presos

Redação


Uma operação de combate a vendas de drogas desencadeada pela Polícia Civil resultou em um ex-detento ferido a tiro e na prisão em flagrante de dois rapazes por tráfico de drogas nessa sexta feira (17) em Amambai.

Durante operação, que teve início no meio da tarde e se encerrou no início da noite, os policiais apreenderam Maconha, Crack, arma e material usado para embalar e consumir drogas.

Toda a ação começou quando policiais lotados na Delegacia de Polícia Civil de Amambai, após trabalho de investigação, tentaram abordar um ex-detento de 27 anos, que supostamente estaria mantendo um sistema de “disk drogas”, na cidade.

De acordo com a polícia, no ato da abordagem, que aconteceu na região do Parque da Cidade Muriama Mascarenhas, região da Vila Crepúsculo, o acusado, Gustavo Vargas Rodrigues, que estava abordo de uma motocicleta Honda Biz cor azul com placa de Campo Grande, teria reagido, sacado de uma arma e disparado contra os policiais.

A polícia revidou e o acusado, que já havia sido preso em 2007 com mais de R$ 4,6 mil reais em notas falsas e voltado a ser preso em 2008 por tráfico de drogas, segundo a polícia, quando mantinha um ponto de venda de drogas, também conhecido por “boca-de-fumo” na região do Conjunto Habitacional Guaicurus, em Amambai, acabou ferido com um único tiro na cabeça.

Com Gustavo, que foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros para o Pronto Socorro do Hospital Regional, em Amambai, posteriormente foi encaminhado para um hospital com maiores recursos médicos na cidade de Dourados, os policiais encontraram uma pistola calibre 9mm de fabricação alemã com numeração raspada, com munições intactas no carregador e mais munição deflagrada no chão.

Segundo a Polícia Civil, no bolso da calça de Gustavo Vargas os policiais também encontraram dinheiro, segundo a polícia oriundo da venda de drogas e certa quantidade de pedras de Crack, já prontas para serem repassadas a usuários, inclusive antes da abordagem os policiais haviam abordado dois usuários de droga que teriam afirmado ter acabado de adquirir o entorpecente de Gustavo.

Outras prisões
Após a ação, que culminou com o acusado ferido, os policiais se dirigiram até a quitinete onde o ex-detento, que estava em liberdade condicional, residia em companhia de outro rapaz e em vistoria no quarto, acabaram encontrando mais 28 pedras de Crack, segundo a polícia, também já prontas para serem repassadas usuários.

Quando os policiais encontraram a droga, o companheiro de quarto de Gustavo Vargas, Valdenir Barbosa, também conhecido por “Nego Bala”, de 24 anos, que em 2006 foi preso acusado de assalto a mão armada em Amambai e atualmente está no regime semiaberto do EPAM (Estabelecimento Penal de Amambai), disse desconhecer a existência da droga.

Na mesma ação os policiais encontraram em outro quarto da quitinete, também alugado ao detento do regime semiaberto do EPAM, Jacson da Silva dos Santos de 20 anos, mais pedras de Crack e uma porção de Maconha.

Diante da situação, Jacson, que é da cidade de Santa Izabel do Oeste, no Paraná, mas cumpre pena em Amambai após ser preso por uma equipe do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em fevereiro de 2010 com 750 gramas de Cocaína e Valdenir Barbosa, o “Nego Bala”, que foi preso em 2006 durante uma ação conjunta envolvendo policiais civis e militares, acabaram presos novamente e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai.

Segundo o Delegado encarregado pelo caso, Dr. Claudineis Galinari, Jacson e Nego Bala seriam autuados em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Já Gustavo Vargas foi autuado por tráfico de drogas, resistência e porte ilegal de arma de uso restrito, já que armamento calibre 9mm é de uso exclusivo das forças armadas e das forças de segurança no Brasil.
Se sobreviver, ele deverá deixar o hospital direto para a cadeia, segundo a polícia.

Com informações A Gazeta News
 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!