Diretoria nega venda para o São Paulo e lamenta declarações de Ganso

Gazeta Esportiva


Com o intuito de encerrar as especulações acerca do futuro do meia Paulo Henrique Ganso, a diretoria do Santos emitiu uma nota oficial, na noite desta sexta-feira, para esclarecer alguns pontos da situação do jogador. No comunicado, o Peixe reafirma que Ganso não está à venda e garante que não ouvirá mais propostas pelo atleta, seja do São Paulo ou de qualquer outro clube brasileiro ou estrangeiro.

“Seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à Presidência”, afirmou o clube.

No documento, o Peixe ainda deixa claro que, em nenhum momento, chegou a discutir valores com o Tricolor Paulista por Paulo Henrique Ganso. “Não existe negociação com o São Paulo FC. Pela elegância que rege o relacionamento entre os Clubes, o Santos concordou em receber uma proposta pelo atleta, cujo valor considerou muito abaixo do aceitável. Mas após as últimas notícias publicadas em diversos veículos, o Santos afirma que não ouvirá mais propostas”, destacou.

Além de reforçar a informação de que não aceita receber uma quantia inferior aos R$ 23,8 milhões pelos 45% que detém dos direitos econômicos do camisa 10, a cúpula alvinegra aproveitou a oportunidade para “alfinetar” Ganso.

No fim de sua nota oficial, a direção do Santos critica as declarações dadas pelo meia, durante o desembarque da equipe no Aeroporto de Guarulhos, na manhã desta quinta, após a disputa do primeiro jogo da Recopa Sul-americana, no qual o Peixe empatou em 0 a 0 com a Universidad do Chile. Apesar de negar qualquer negociação com o São Paulo, Paulo Henrique Ganso disse: “Seria um prazer (defender o time são paulino), mas tenho a consciência de que eu tenho contrato com o Santos”.

“Em nome de sua torcida apaixonada, o Santos FC também lamenta as declarações do atleta de que ‘gostaria de vestir a camisa do São Paulo”, encerrou a diretoria santista.

Confira a íntegra da nota oficial emitida pelo Santos:

Santos FC presta esclarecimentos sobre notícias envolvendo Paulo Henrique Ganso


Sobre as últimas notícias envolvendo o atleta Paulo Henrique Ganso, o Santos FC vem a público esclarecer que:


1) Seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à Presidência;


2) Não existe negociação com o São Paulo FC. Pela elegância que rege o relacionamento entre os Clubes, o Santos concordou em receber uma proposta pelo atleta, cujo valor considerou muito abaixo do aceitável. Mas após as últimas notícias publicadas em diversos veículos, o Santos afirma que não ouvirá mais propostas. Reafirmamos: o rompimento do contrato só se viabilizará diante do pagamento integral da multa;


3) Em nome de sua torcida apaixonada, o Santos FC também lamenta as declarações do atleta de que ‘gostaria de vestir a camisa do São Paulo’.


Desta forma, o Santos FC encerra qualquer manifestação sobre este assunto até que se finde o contrato do atleta Paulo Henrique Ganso – fevereiro de 2015 – ou até que se deposite o valor integral da multa contratual.
Temos convicção de que o jogador continuará cumprindo o seu contrato com o talento e o profissionalismo que sempre demonstrou.


A Presidência
Santos Futebol Clube

 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!