Pedro Gomes está um caos para advogados, denuncia OAB/MS

Redação


A cidade de Pedro Gomes, região norte de Mato Grosso do Sul, vive um período difícil para advogados e sociedade civil. A cidade está sem juiz, delegado e defensor público.

De acordo com Silvana de Carvalho Teodoro Zubcov, presidente da 31ª Subseção da Seccional, em Pedro Gomes, a comarca da cidade está há mais de 60 dias sem juiz definitivo ou leigo, também sem delegado definitivo desde janeiro deste ano e sem Defensor Público desde julho passado.

“A situação está caótica para advogados e para a população. Não temos juiz e delegados definitivos. Eles vêm de outra cidade, apenas na quinta-feira, ou, no caso dos delegados, em situações de urgência ou flagrantes”, comentou Silvana.

Segundo a presidente da Subseção, os advogados estão tendo que ir para outras cidades, como Coxim e Sonora, para conseguir dar andamento nos processos. “Temos suas preocupações maiores, com os novos advogados, que ainda estão se estabelecendo na carreira e tem contas para pagar, e com a população em geral, que sofre, principalmente sem a defensoria pública”, lamentou.

Qualquer insatisfação do advogado ou sociedade em geral sobre órgãos públicos ou de prestação pública pode ser registrada no canal Reclame Aqui, ferramenta disponível no site da OAB/MS. As reclamações são repassadas aos profissionais da Seccional, que as analisam e tomam as providências necessárias. As providências vão desde comunicado ao órgão até abertura de processo administrativo. O denunciante é informado periodicamente sobre o andamento das reclamações.

Assessoria

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!