Advocacia de MS tem piso salarial definido

Redação


Assunto polêmico e que gera discussões em todo o Brasil, o piso salarial da advocacia foi aprovado pelo Conselho Seccional da OAB/MS nesta sexta-feira. Agora, um advogado que trabalhe 20 horas semanais não pode ganhar menos que R$ 1.200,00, e o profissional que atua por 40 horas por semana tem um piso de R$ 1.870,00. Também foi estabelecido um reajuste anual dos valores, tendo como base a variação acumulada do Índice Geral de Preços do Mercado (IGPM), calculada pela Fundação Getúlio Vargas.

O assunto foi definido após debates, audiências públicas e consultas a outras entidades, como a Associação do Novo Advogado. O vice-presidente e candidato à presidência da Ordem, Júlio César Souza Rodrigues, afirmou que o piso salarial fortalece a advocacia regional. “Assim, evitamos que o advogado, em especial os novos, sejam explorados. É um valor mínimo para valorizar o trabalho do operador do Direito”, comentou Júlio, que presidiu a sessão do conselho que aprovou o piso.

Para a unidade, a luta pelo piso salarial dos advogados é legítima e tem espeque nos fundamentos da República, especialmente na dignidade da pessoa humana e no valor social do trabalho, acredita Júlio César, que adianta que esta foi mais uma das conquistas da atual gestão da Ordem. “Além de privilegiar o novo advogado, o piso fortalece toda a classe. Também é mais uma conquista para todo o advogado, seja novato ou veterano, que conseguimos”, explica.

Na atual gestão da Ordem, benefícios como a Anuidade Zero, Escritório Modelo, SOS Morosidade, Reclame Aqui e a Assistência Litisconsorcial foram implantados. “Esses serviços foram criados por nos , com apoio de toda a classe. Esperamos continuar a trabalhar pelo advogado de todo o Estado”, aponta. Ainda este ano, a gestão pretende aprovar piso para advogados que prestam serviço ao Poder Público. “O presidente Leonardo Avelino Duarte garantiu que pretende votar este assunto ainda este ano. E vamos votar”, garante Júlio Cesar.

Dourados News
 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!