Polícia procura R$ 700 mil em esgoto após furto de malotes

Agência Estado


A polícia ainda não tinha recuperado até esta terça-feira cerca de R$ 700 mil dos R$ 14,2 milhões retirados por ladrões no último domingo de um cofre da transportadora de valores Protege, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo. A suspeita é de que o dinheiro tenha ficado nas tubulações de esgoto usadas pelos bandidos durante a fuga.

A informação foi divulgada nesta terça à tarde pelo titular da 5.ª Delegacia do Patrimônio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Celso Marchiori. "O dinheiro estaria dentro do túnel e da rede de esgoto, porque quando os bombeiros foram fazer uma varredura o nível do rio subiu e, consequentemente, o nível do esgoto também."

Segundo o delegado, a diferença não está nas mãos da quadrilha. "Pelo que se sabe, os ladrões não levaram nada. O que está faltando deve ter se perdido na fuga alucinada."

Bombeiros acompanhados de policiais civis retornaram terça até a tubulação para tentar encontrar o dinheiro deixado para trás pelos criminosos. Segundo Marchiori, nada foi localizado até as 19h. No domingo, após o roubo, a Protege havia divulgado nota informando que todo o dinheiro tirado dos cofres havia sido recuperado.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!