CMDCA dá prosseguimento a processo seletivo do Conselho Tutelar

Da Assessoria


O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), em parceria com a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Semcias), dá continuidade ao processo de escolha dos novos membros do Conselho Tutelar de Nova Andradina.

O processo destina-se a vaga de suplente ao cargo de Conselheiro Tutelar, com mandato extraordinário, no período de 01 de julho de 2013 a 09 de janeiro de 2016.

Para participar, foram exigidos os seguintes requisitos: possuir reconhecida idoneidade moral; (certidão negativa e criminal dos últimos 10 anos); ter idade superior a 21 anos; ser eleitor do Município e nele residir por, no mínimo, dois anos; estar em gozo de seus direitos políticos; ser portador de diploma de curso de 2º grau; não ter sido penalizado com a destituição de função de Conselheiro no Conselho Tutelar; ter disponibilidade para plantões 24 horas; ter conhecimento básico de informática; comprovado por certificado; ser aprovado em prova seletiva de conhecimentos gerais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente; ser aprovado em exame psicológico realizado por profissional habilitado; ter 80% de participação na capacitação oferecida pelo CMDCA e passar pelo pleito eleitoral.

Ao todo, 46 candidatos realizaram suas inscrições, sendo que, na análise dos documentos foram impugnadas três inscrições. Já a Prova de Conhecimentos sobre o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) foi desenvolvida e aplicada pelo Promotor da Vara da Infância, Ricardo Benites Crepaldi, sendo aprovados, nesta etapa, 14 candidatos.

Conforme o CMDCA, no último domingo (26), aconteceu nas dependências do Projovem Adolescente, a penúltima fase eliminatória do processo de escolha, o teste psicológico, aplicado pela psicóloga Sônia Cristina Rodrigues, comparecendo ao local apenas 12 dos 14 candidatos aptos a fazerem o teste.

De acordo com o cronograma do concurso, a última fase será a capacitação de 12 horas, em que serão abrangidos temas como: O papel do Conselho Tutelar, A rede de Atendimento e O Papel do Ministério Publico e Judiciário. A eleição irá compor a última fase do processo seletivo.

Após o pleito, cuja data será divulgada em breve, todos os escolhidos serão considerados suplentes ao cargo de Conselheiros Tutelares, respeitando o sufrágio de votos até 09 de janeiro de 2016.

O CMDCA e a Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social conclamam a todos os munícipes que participem desta eleição, escolhendo o candidato mais habilitado para desempenhar sua função junto ao conselho.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!