Polícia Ambiental prende caçador e apreende arma e munições

Da Redação


Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado, que trabalham na operação Corpus Christi realizavam fiscalização nas proximidades do reservatório de água da cidade e prenderam um caçador, com armas, munições e instrumentos de imitação para atrair animais.

Os policiais apreenderam uma espingarda carabina calibre 22 sem registro e 26 munições, um facão, além de um apito para imitação de animais, utilizado para atraí-los. O infrator ainda não havia abatido animais silvestres, mas continuaria a caçada, caso a PMA não o tivesse detido e, com certeza lograria êxito na caçada, visto que no local existem muitos animais silvestres tais como, capivaras, pacas, antas, pombas e vários outros animais.

Diante do crime de porte ilegal de arma, a Polícia Militar Ambiental deu voz de prisão ao caçador, residente em Aparecida do Taboado, que foi conduzido, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, onde ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma e saiu depois de pagar fiança de R$ 2.000,00. A pena para o crime é de dois a quatro anos de prisão. Ele não foi autuado pela caça, por não ter abatido nenhum animal.


 

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!