PC de Batayporã apresenta balanço de ação policial

Da Redação, com PC


A Polícia Civil de Batayporã, apresenta para a sociedade alguns dados referentes ao serviço público prestado pela Instituição no período dos seis primeiros meses deste ano.

De acordo com a Instituição, vale destacar que a Polícia Civil, conforme art. 144 da CF, tem as funções de Polícia Judiciária e a apuração de infrações penais.

No primeiro semestre deste ano, foram concluídos 140 IP – Inquéritos Policiais, 81 TCO – Termos Circunstanciados de Ocorrência (referente a investigações de crimes de menor potencial ofensivo – pena máxima até 2 anos e contravenções penais), 24 procedimentos de atos infracionais praticados por adolescentes em conflito com a Lei, 50 cartas precatórias e foram elaborados 18 APF – Autos de Prisão em Flagrante.

A Polícia Civil também representou pela prisão de diversas pessoas, bem como pela busca e apreensão em vários endereços. Foram realizadas conduções coercitivas de testemunhas ao Fórum.

Segundo o Distrito Policial, a maioria dos crimes de grande vulto foram esclarecidos e durante o período, foram registrados 457 BO – Boletins de Ocorrência.Foram confeccionadas ou elaborados 198 carteiras de identidade (1ª e 2ª via) e BIC – Boletins de Identificação Criminal.

Segundo o Delegado Dr. Luiz Qurino, a Polícia Civil esclarece ainda que o trabalho não seria possível sem o apoio da PM – Polícia Militar, do MPE – Ministério Público Estadual, do Poder Judiciário, do Conselho de Segurança, do Conselho da Comunidade, do Conselho Tutelar, do CREAS, do CRAS, da Prefeitura Municipal (gestão anterior e atual) da Câmara Municipal, dos demais órgãos públicos, das entidades civis e religiosas, dos comerciantes e, principalmente dos cidadãos de bem, que muito auxiliam no trabalho da Polícia.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!