Vereadores solicitam assessoria jurídica antes de votação da LDO

Da Assessoria


Assessoria jurídica do Executivo esclareceu dúvidas dos vereadores - Foto: CMNA/Divulgação

Prestes a votarem nesta segunda-feira (14) a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2014, a Câmara Municipal de Nova Andradina solicitou assessoria jurídica à Prefeitura para esclarecer dúvidas dos parlamentares sobre algumas aplicações da legislação.

“É uma votação importante e queremos que todos tenham muita clareza do que estão fazendo”, ressaltou o presidente da Casa de Leis, Newton Luiz de Oliveira. O advogado do município, Gustavo Pagliarini, a assessora jurídica, Priscila Carvalho Reich e a contadora Christiane Torti se reuniram com os vereadores Robertinho Pereira, Valter do Anzai, Quemuel de Alencar, Cido Pantanal, Ricardo Lima e Zé Bugre. O grupo também esteve acompanhado dos diretores jurídico e financeiro da Câmara, Jailson Pfeifer e Elvis Lopes.

“Estamos lidando com uma questão muito séria. O que decidirmos hoje à noite vai influenciar o ano que vem inteiro”, completou o presidente.

LDO

A Lei de Diretrizes Orçamentárias é o ponto de partida para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA). A LOA estima a receita fixa e o valor das despesas da administração para o ano seguinte à sua elaboração.

Em Nova Andradina, O Executivo estima o total de R$101. 586. 167, 59. O montante é distribuído entre as secretarias municipais, Legislativo, fundações e autarquias.

Já o valor do duodécimo do exercício atual é de R$ 370.767,90. O recurso é repassado mensalmente pela Prefeitura à Câmara Municipal.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!