Adalberto Baptista releva críticas de Ceni e coloca Tricolor entre os favoritos

Gazeta Esportiva


O diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, não concordou com a declaração de Rogério Ceni de que o clube "parou no tempo" e tem estado um degrau abaixo dos concorrentes. Para ele, o goleiro concedeu entrevista de cabeça quente, após o vice-campeonato da Recopa Sul-americana para o Corinthians.

"Todos sabem que ele está em vias de se aposentar e gostaria de terminar esse ano ainda com título. Todos sabem que ele ainda sente algumas dores no pé. No seu ponto alto, as reposições de bola, está com deficiência. A gente prefere analisar as coisas mais friamente do que no calor da emoção. Ainda mais depois de uma derrota para o rival", disse o dirigente.

"Não concordo (que o clube tenha parado no tempo). É só verem as evoluções de estrutura, da base, do profissional. Não ouvi, em nenhum momento, o Rogério falar que a gente parou no tempo no sentido administrativo. Acho que não foi esse o viés que ele quis manifestar", falou Adalberto, que se mostrava incomodado antes mesmo do início da entrevista.

Mesmo vice-lanterna em pontos perdidos no Campeonato Brasileiro, o time, que não vence há nove jogos, não é candidato a cair, mas sim ao título, na opinião do diretor.

"Alguns clubes são mais favoritos a serem campeões, onde nós nos colocamos. Alguns são mais favoritos a irem para a Série B, onde o São Paulo não se situa. Agora, os 20 têm condições tanto de ser campeão como de ser rebaixado, e essa tem que ser uma preocupação de todos que participam do campeonato", comentou Adalberto, antes de apontar a falta de confiança do elenco como principal razão para o momento conturbado.

"Futebol não é cartesiano. Mas não tenho dúvida de que a falta de confiança foi o motivo de algumas derrotas. O fator psicológico pode ser o primeiro motivo. No futebol, sempre há diversos fatores, e só trabalhando, jogando, para começar a reverter isso", opinou o homem forte do futebol são-paulino, deixando o CT da Barra Funda, rapidamente, em seguida.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!