Igreja é usada como fachada para tráfico de drogas na Vila Operária

Redação


A Policia Civil de Aripuanã prendeu duas pessoas, uma pelos crimes de tráfico de drogas e receptação e outra por furto, além de prender mais um traficante, também na Vila Operária.

Após denúncia de uma vítima de furto, que contou aos investigadores que sua residência havia sido roubada e que possivelmente os objetos encontravam-se em uma “boca de fumo”, na Vila Operária, o chefe de equipe Eugenio Rudy Junior e os investigadores Marcos e João Evangelista deslocaram ao local e acharam os materiais furtados. Em revista minuciosa, encontraram dentro da geladeira, no interior de um pão francês, 16 cabecinhas de crack, além de R$ 500 reais em dinheiro.

Segundo o delegado de polícia João Romano da Silva Junior, o local não chamava a atenção, já que, aparentemente, tratava-se de uma igreja, pois em sua fachada havia inclusive o nome de uma instituição religiosa.

O traficante Léo Espírito Santo, diz que estava no comércio de drogas há apenas dois meses e o detido pelo furto Cleber Andrade, de 31 anos, disse que é usuário de drogas há quatro anos. Cleber foi posto em liberdade mediante pagamento de fiança, já que existe previsão legal paras os crimes com pena menor há quatro anos. (com informações Top News)

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!