Renan Barão atropela Urijah Faber e consegue 1ª defesa de cinturão

Da Redação


Em sua primeira defesa do cinturão dos pesos galos desde que foi efetivado como campeão pelo UFC, o brasileiro Renan Barão foi irrepreensível. Com atuação agressiva e precisa, o lutador potiguar derrotou o americano Urijah Faber no primeiro round por nocaute técnico e aumentou sua série invicta na carreira para impressionantes 32 lutas seguidas.

O confronto era a revanche da luta de 2012 entre os dois rivais. Na ocasião, Barão venceu Faber por decisão unânime para ficar com o cinturão interino dos galos, já que o campeão Dominick Cruz estava parado por lesão. Como Cruz não retornou ao octógono até hoje, o brasileiro foi efetivado como dono do cinturão após sua última vitória no UFC, sobre Eddie Wineland.

O combate deste domingo em Nova Jersey (EUA) começou com Faber, empurrado pela maioria da torcida, tomando a iniciativa. Mas o desafiante não conseguiu encaixar nenhum golpe significativo em Barão, que respondeu com um cruzado de direita que desequilibrou o americano. Faber conseguiu se recuperar, mas um novo golpe certeiro o mandou ao chão.

O campeão partiu para o ground and pound, mas o "California Kid" novamente escapou do nocaute. Não por muito tempo, porém: um overhand de direita pegou em cheio e mandou Faber pela segunda vez ao solo. Barão começou a martelar a cabeça do americano, e o árbitro Herb Dean, não vendo reação do desafiante, encerrou a luta.

Faber chegou a afirmar após o combate que ainda estava bem no momento em que Dean parou a luta, e que fez até sinal de positivo para o árbitro. Porém, reconheceu a superioridade de Barão e disse que não queria causar polêmica sobre o título do brasileiro - que repetiu José Aldo e manteve o título em terras verde-amarelas.

Terra

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!