PM desencadeia ''Operação 181'' com foco no tráfico de drogas

Da Redação


A Polícia Militar desencadeou nesta quarta (12), durante a madrugada, a “Operação 181” de combate ao tráfico de drogas. A ação focou as pequenas bocas de fumo que vendem em “varejo”. Essas bocas que comercializam pequenas quantidades de entorpecentes diariamente, são nascedouro de outras modalidades criminais que geram insegurança e medo na comunidade, como roubos, furtos e homicídios.

A operação foi dividida em três fases. Na primeira fase, a Agência Central de Inteligência (ACI), por meio de denúncias anônimas no 181, número do narcodenúncia, fez levantamentos de pontos de vendas de drogas em diversas regiões da cidade de Campo Grande, que culminaram na solicitação, pelo Grupo de Atuação Especializada no Crime Organizado (Gaeco), de 29 ordens judiciais, dentre mandados de prisão e de busca e apreensão.

Na segunda fase que se iniciou nesta quarta, houve o cumpriram de 29 mandados expedidos, que resultaram na prisão de 11 pessoas, sendo 3 por mandado de prisão e 8 por desdobramento dos mandados de busca e apreensão, 4 motocicletas foram apreendidas por serem usadas no chamado “Disque-Droga”, um revólver calibre 38, 1 balança de precisão, aproximadamente R$1.500 reais, 1 celular, 1 chip, 1 TV de 40 polegadas, 1 aparelho de som, 1 capacete, além de 1,30 kg de maconha e 170 gramas de cocaína.

“O foco da operação é o fechamento de pontos de vendas de drogas, identificados graças a denúncias anônimas no narcodenúncia 181. O fechamento dessas bocas de fumo influência diretamente na prática de outros delitos, como roubos e furtos, que é o meio utilizado por muitos usuários de drogas no intuito de conseguir dinheiro para manter o vício” disse o comandante-geral da PM, Coronel Carlos Alberto David dos Santos.

A terceira fase da operação trata-se da saturação de algumas áreas de Campo Grande. Nesta fase, que se iniciou também pela manhã desta quarta, 170 policiais militares reforçam o policiamento ostensivo no Jardim Nha Nha, Bairro Zé Pereira, Bairro Santa Emília, Bairro São Conrado, Bairro Nova Lima, Jardim Imperial e Bairro Estrela do Sul, fazendo abordagens a pessoas, veículos e checando estabelecimentos, como bares e conveniências.

Também nessa fase, os policiais militares estão divulgando o serviço 181, de narcodenúncia, coordenado pela PM, que vem ajudando a instituição a localizar e fechar vários pontos de vendas de drogas na Capital. Esse reforço no policiamento, que continua sem data prevista para término, será mantido durante o dia e à noite e migrará para outros bairros de acordo com os levantamentos feitos pela ACI.

Participam da operação o 1º, 9º e 10º Batalhão, o Batalhão de Choque, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), a Agência Central de Inteligência (ACI) e o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP). Ao todo, a PM empenha nesta ação mais de 500 policiais militares.

“Empenhamos um grande esforço nesta operação porque o tráfico de drogas causa um mal sem precedentes para nossa sociedade, não só por cooptar nossos jovens para a criminalidade, como por geral uma forte sensação de insegurança nas pessoas. Por isso, mais uma vez, conseguimos unir forças em prol da segurança pública. Nossos policiais militares permanecerão reforçando o policiamento ostensivo em vários bairros, por tempo indeterminado” concluiu o coronel David.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!