Fazendeiro de Batayporã é autuado em R$ 110 mil

Da Redação


Policiais Militares Ambientais de Batayporã localizaram ontem (20) no final da tarde em uma fazenda no município, um desmatamento de 7 hectares de área de matas e degradação de matas ciliares de um córrego, que eram realizados sem autorização ambiental. O desmatamento foi realizado em uma área de vegetação de pequeno e médio porte, que ao verificar o mapa da propriedade, os policiais descobriram que se tratava da área de Reserva Legal da fazenda.

Foram derrubadas também as matas ciliares de um córrego denominado “Baile”, em extensão de 975 metros. Além disso, o fazendeiro realizou escavações no córrego e direcionou o curso d’água para um dreno artificial, encobrindo também com a terra, grande parte de vegetação ciliar. As atividades foram interditadas.

O proprietário rural de 63 anos, residente em Batayporã recebeu multa administrativa de R$ 110.000,00. Ele responderá por crime ambiental e, se condenado pelo desmatamento, poderá pegar pena de três a seis meses de detenção. Pelo crime de destruir matas ciliares e desviar o córrego, poderá pegar pena de um a três anos de detenção.

O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um PRAD (Plano de Recuperação da Área Degradada).

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!