Professor universitário é encontrado morto em Nova Andradina

Da Redação


Equipes da Polícia Civil e Núcleo de Perícias trabalham para elucidar as causas da morte - Foto: Jornal da Nova

O professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), campus de Nova Andradina, Ezio Luis da Rocha Bittencourt de 46 anos, foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (25), por volta das 11h, pela empregada em sua residência localizada na rua Sete de Setembro, na região central de Nova Andradina.

Segundo informações no local, desde ontem a empregada estava à procura do professor, chamava e ninguém saia, pensando ela [empregada] que ele não estava em casa.

Hoje, ela chamou novamente, ao perceber que o portão e a porta da casa estavam abertos, ela adentrou e encontrou o corpo do professor em cima da cama nu, de imediato ela acionou a Polícia Militar que acionou o Núcleo de Perícias e a Polícia Civil.

Durante a perícia, não há suspeitas de que o corpo tenha sinais de violência, a perícia recolheu alguns materiais encontrados próximo do corpo e no local dos fatos, que serão analisados, o aparelho celular da vítima também foi apreendido e segundo apontado pela perícia, tem mensagens suspeitas, mas que não podem ser reveladas para não atrapalhar as investigações. 

Professor Ezio era muito querido entre os alunos - Foto: Jornal da Nova 

O corpo do professor foi removido e encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) que realizará a autopsia, ainda segundo a perícia, o corpo estava em estado avançado, ou seja, pode estar morto há mais de 24h.

O caso foi encaminhado para a Polícia Civil que irá esclarecer os fatos. O corpo do professor será traslado para o Estado do Rio Grande do Sul, onde mora sua família. Professores, alunos e amigos do professor acompanharam os trabalhos no local.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!