PMA autua homem em R$ 5 mil por maus-tratos

Da Redação


Policiais Militares Ambientais de Campo Grande foram acionados pelo Ciops (Centro de Operações de Segurança Pública), para realizar fiscalização administrativa nesta quarta (5), em uma residência localizada na favela Portelinha, no bairro Coronel Antonino, onde funcionaria uma rinha de galo, em ocorrência detectada por Policiais Militares do 9º Batalhão, em Campo Grande.

A PMA verificou que não havia atividade de rinha naquele momento, mas a situação em que se encontravam os animais, em gaiolas apertadas e ao sol, caracterizava crime de maus-tratos. Policiais Militares do 9º Batalhão tinham apreendido esporas artificiais, que são utilizadas durante as brigas e luvas de bico, que são utilizadas durante o transporte dos animais. Os galos também foram apreendidos.

O Infrator, trabalhador rural, foi encaminhado pela Polícia Militar, juntamente com os galos apreendidos, ao Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) da Capital. Ele responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais. A pena por maus-tratos é de três meses a um ano de detenção. A PMA autuou administrativamente o infrator em 5.000,00.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!