Site francês compara São Paulo ao Cairo e ironiza problemas na Copa

Terra


Em um texto recheado de ironias e um raio-x bastante detalhado do Brasil, o site francês So Foot listou poucas virtudes e muitos problemas na organização da Copa do Mundo 2014. As cidades de Manaus, Cuiabá, Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, em especial, receberam as citações mais negativas. A capital paulista, por exemplo, foi comparada ao Cairo, capital do Egito, em função do cenário caótico.

A respeito do Rio de Janeiro, a situação complicada dos aeroportos foi ressaltada pelos franceses e o estado do centro da cidade também mereceu citação por conta de muitas obras que visam os Jogos Olímpicos. "O centro do Rio estará em alta em 2016, mas para agora é um inferno". Sobre os transportes, é lembrada a limitação do metrô. "Há uma linha, já saturada em tempos normais, que serve o centro".

A Amazônia foi utilizada como pano de fundo para uma crítica às obras lentas do estádio de Manaus para a Copa. "Se não for comido pela floresta até a Copa, o estádio estará pronto. A inauguração foi adiada três vezes. (...) Valcke está otimista", descreveu. Há também bastante ironia a Jérome Vacke, francês e secretário geral da Fifa, por seu otimismo sobre todos os problemas.

As condições de Cuiabá para receber a Copa do Mundo também são questionadas. "Embora o fogo de dezembro (na Arena Pantanal) tenha sido anunciado como inconsequente, é mais problemático que o esperado. Uma auditoria foi feita em fevereiro para verificar a integridade da estrutura de concreto. Estamos esperando o resultado. Valcke está otimista, sem dúvida", insiste. Para a reportagem, o aeroporto local é "do tamanho de uma cozinha".

Sobre Coritiba, é comentada a dificuldade com as obras na Arena da Baixada para abafar outros eventuais problemas. "O aeroporto não está pronto, mas vamos focar o estádio, obrigado". E lembra: "a cada novo ultimato da Fifa, os trabalhadores redobram os esforços. Mas Valcke está otimista".

São Paulo é descrita como "prima da Cidade do México e irmã do Cairo" em função dos problemas de mobilidade urbana, mas ressalta-se que a Copa do Mundo ficará concentrada em uma região restrita da capital e que isso deve amenizar as dificuldades.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!