Casal paraguaio é preso em Amambai pela Polícia Rodoviária com maconha

Da Redação


Na manhã deste domingo (9), na rodovia MS 156, altura do km 11, durante abordagens frente a base operacional da PMR (Polícia Militar Rodoviária) de Amambai, foi dado ordem de parada ao veículo estrangeiro modelo Toyota, com placas XAD-850, onde o condutor desobedeceu empreendendo fuga em alta velocidade sentido à Tacuru.

Os patrulheiros informaram o fato para uma guarnição da PMR que estava em Amambai e a PM de Tacuru.

Durante um cerco policial no trevo de Tacuru, que da acesso a Paranhos, os policiais rodoviários depararam-se com o veículo em alta velocidade, iniciando-se então uma perseguição rumo à Tacuru, onde a PM de Tacuru conseguiu interceptar o veículo.

Na abordagem, foi identificado o condutor Aníbal Duarte Villalba de 35 anos e Patrícia Andréia Duarte Ortiz de 23 anos, ambos de nacionalidade paraguaia e residentes em Ciudad Del Este, no Paraguai.

Para os policiais, o casal relatou que estaria vindo de Capitan Bado, no Paraguai, com destino a Ciudad Del Este. No interior do veículo, foram encontrados vestígios de sacos de nylon utilizados para embalar drogas e os militares sentiram um forte odor de maconha.

Diante das características repassadas pela base operacional, foi indagado ao condutor sobre sua estada em Capitan Bado e o mesmo bastante nervoso afirmou ter sido contratado para fazer o transporte de drogas de Capitan Bado até Ciudad Del Este, no Paraguai e pelo transporte receberia a importância de R$ 1.500 quando chegasse ao destino final.

Em meio às entrevistas com o casal, o condutor acabou confessando onde teria deixado a droga, afirmando que estaria nas proximidades da entrada da pedreira, em Amambai.

A polícia deslocou até o local indicado pelo casal [cerca de 13 km da abordagem] por uma estrada vicinal conhecida como estrada da pedreira, encontraram homiziados em um matagal próximo a uma ponte, diversos sacos de nylon contendo vários tabletes de maconha.

Já na base operacional, a droga foi pesada e contabilizada somando 274,67 kg divididos em 152 tabletes. O casal recebeu voz de prisão e encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!