Nissan faz série especial limitada com mil unidades da Frontier

Da Redação


A picape Nissan Frontier ganhou uma série especial limitada. Chamada Platinum, terá apenas mil unidades produzidas. Com câmbio automático e motor a diesel de 190 cv, seu principal destaque é o pacote de itens de série, que inclui equipamentos de tecnologia, segurança, conforto e acabamento. A edição será produzida na fábrica da Aliança Renault-Nissan, em São José dos Pinhais, Paraná, e o preço esta estipulado em R$ 120.890.

A série especial está posicionada entre as versões SV Attack 4X4 manual e a topo de linha SL, que até agora era a única opção com câmbio automático da linha. Ela está disponível em três cores: branco - sólida -, preto e prata - metálicas. Por fora, a Frontier Platinum traz acabamento com detalhes cromados na grade, nos retrovisores externos e nos faróis de neblina. Os pneus todo terreno, que calçam rodas de liga aro 16 de seis raios, têm escrita em branco e faróis e lanternas que contam com máscara negra. Há também o logotipo da série na tampa traseira.

A versão ainda conta com os sistemas de controle de estabilidade (VDC – Vehicle Dynamic Control) e de tração (TCS – Traction Control System); ar-condicionado digital automático de duas zonas; câmera de ré integrada ao display do rádio de 5 polegadas; chave presencial I-key, que permite a abertura das portas com um simples toque na maçaneta. Além disso, a Frontier Platinum apresenta câmbio automático de cinco velocidades com sobremarcha - overdrive -, que trabalha acoplado ao motor turbodiesel de 2.5 litros 16 válvulas de 190 cv; direção hidráulica com ajuste de altura do volante; travas elétricas nas quatro portas; freios ABS com EBD; airbag duplo; cintos de segurança dianteiros com pré-tensionadores e volante com comandos de áudio e piloto automático.

Segundo a Nissan, a picape Frontier, desde que começou a ser produzida no Brasil em 2002, já vendeu mais de 100 mil unidades no País.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!