Governo anuncia 1.600 novas vagas no Sistema Penitenciário do Estado

Da Redação


O Governo de Mato Grosso do Sul tem se empenhado efetivamente nos últimos anos para buscar soluções viáveis para o problema carcerário do Estado, através da adoção de medidas e ações concretas visando à melhoria gradativa das condições existentes nos estabelecimentos penais.

No início de 2007 existiam em todos os presídios do Estado 4.216 vagas, nos últimos sete anos esse número dobrou e a expectativa é que chegue a mais de 8.500 vagas nos estabelecimentos penais de Mato Grosso do Sul até o ano que vem, graças aos investimentos feitos com recursos do governo estadual e federal no Sistema Penitenciário. “Nós utilizamos os valores investidos para a construção, reforma e ampliação de unidades penais”, explica o secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado, Wantuir Jacini.

Segundo o secretário, além de recursos do Estado e União, o Sistema Penitenciário recebeu ainda investimentos oriundos da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e Conselho da Comunidade, por exemplo, que ultrapassam R$ 500 mil.

Outros R$ 3 milhões também foram investidos de 2007 até hoje, na aquisição de veículos e mais de R$ 700 mil mensais na contratação de 232 novos servidores que atuam nas mais diversas áreas de atividades do Sistema Penitenciário do Estado. “O total de investimentos nessa área ultrapassa R$ 778 milhões”, afirma Jacini.

Estão previstos ainda mais investimentos, que serão destinados à construção de três novas Cadeias Públicas em Campo Grande, que ficarão prontas até o ano que vem, gerando 1.600 novas vagas no Sistema Prisional, que contará ainda com quase R$ 908 mil mensais, para a contratação de mais 300 servidores para atender o Sistema Penitenciário do Estado, através de concursos que já estão em andamento.

Um concurso específico para a contratação de 300 novos servidores do Sistema Penitenciário Estadual está sendo realizado pela Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública). O certame está na fase final e os novos funcionários da Agepen serão nomeados até o meio do ano. Segundo Jacini, com essas contratações haverá um incremento de aproximadamente 50% no quadro de pessoal da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário, em relação ao período de 2007 a 2013, totalizando 532 servidores.

Reinserção social

Outra preocupação do governo do Estado é com a reinserção social dos internos dos regimes fechado, semiaberto e aberto, após o cumprimento das penas. Para o diretor-presidente da Agepen, coronel Deusdete Oliveira Filho, os reeducandos tem de estar preparados para esta nova fase de vida.

“Visando a reinserção social dos internos o nosso sistema prisional vem desenvolvendo ações centradas nos eixos educação, trabalho e serviço religioso, que repercutem positivamente na possibilidade de futura empregabilidade extramuros”, afirma Deusdete.

De acordo com a Agepen houve um incremento bastante significativo na quantidade de internos que trabalham. Segundo o diretor-presidente da Agência, em 2007 eram 2.669 detentos trabalhando e o ano de 2013 fechou com 4.844 reeducandos exercendo trabalhos remunerados e não remunerados.

Os números da Sejusp e da Agepen mostram ainda um aumento significativo da parceria com as empresas públicas e privadas, de 22 empresas conveniadas em 2007, para 157 em 2013.

O interesse pela educação e o grau de instrução dos internos também está melhorando, segundo o coronel Deusdete. No início de 2007 apenas 399 reeducandos estudavam, hoje 1.641 deles estão matriculados e frequentando as aulas.

“Todos esses avanços no Sistema Penitenciário do Estado pautaram-se na sustentabilidade, dentro das possibilidades fáticas existentes, com respeito às normas legais e constitucionais pertinentes, à limitação da receita e à regular previsão orçamentária”, finaliza o secretário.

Com Agepen

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!