Delegacia tem homens e mulheres amarrados em corredor

Da Redação


Representantes do Sinpol/RN (Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública) do Rio Grande do Norte, foram até Macau (RN), nesta terça-feira (11), e constataram uma situação que comprova o caos na Segurança Pública do (RN). A delegacia da cidade tem 17 presos, sendo três mulheres, todos amarrados com cordas em um corredor. Diante desse quadro, a equipe vai até o MP (Ministério Público) e ao Poder Judiciário pedir remoção urgente dos presos.

“Caso contrário, os policiais civis deverão deixar o prédio e irem imediatamente se apresentar na Delegacia Geral, visto que essa situação, além de degradante, é de total insegurança para a sociedade e para os policiais civis”, afirma Renata Pimenta, vice-presidente do Sinpol/RN, que foi até Macau (RN).

De acordo com os policiais, não existem algemas e, por isso, os presos estão amarrados com cordas, todos juntos no corredor. Os policiais de Macau informaram que, antes do carnaval, alguns presos já estavam lá, mas a situação se agravou depois da festa. Inclusive, o número de presos era 18, mas um conseguiu fugir.

“Do jeito que está a situação, outros vão fugir a qualquer momento. Os presos estão bem perto da recepção e tem contato com qualquer pessoa que chegar na delegacia. Para se ter uma ideia, uma das mulheres presas está amamentando e, todos os dias, o filho é levado até ela”, ressalta Renata Pimenta.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!