Frango, ovo, milho e inflação em fevereiro de 2014

Da Redação


Em fevereiro, frango e milho voltaram a trocar de posição. Neste caso, na evolução relativa de preços a partir da implantação do real, quase 20 anos atrás.

No primeiro mês de 2014 e partindo de um índice-base igual a 100 em agosto de 1994, o frango acumulava evolução de preço equivalente a 408,33 pontos percentuais, enquanto o milho ficava em 361,36 pontos percentuais. Um mês depois, fevereiro passado, o preço do frango recuou para 388,33 pontos percentuais (queda próxima de 5% no mês), enquanto o do milho subiu para 421,67 pontos percentuais (alta de 16,7%).

Mas as perdas do frango não param aí. Há um ano, em fevereiro de 2013, alcançou preço 23% superior ao de fevereiro passado, ficando a apenas 27,5 pontos percentuais da inflação (IGP-DI) até então acumulada. Agora, a diferença anda próxima dos 150 pontos percentuais.

Bem pior, no entanto, continua sendo a situação do ovo – a despeito da boa recuperação experimentada de janeiro para fevereiro. Pois seu preço, no mês passado, ficou quase 14% aquém do registrado um ano antes, o que fez com que continuasse grande a distância do produto em relação à inflação acumulada no período. Assim, para uma inflação de mais de 437% em quase 20 anos, o preço do ovo evoluiu 191%. Se encontra, portanto, perto de 250 pontos percentuais aquém da inflação.

Avisite

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!