Jovem é condenado a 9 anos e 2 meses de reclusão por homicídio qualificado

Da Redação


O Tribunal do Júri de Nova Andradina condenou Alessandro Barbosa de Lima de 26 anos, em 9 anos e 2 meses de reclusão, inicialmente em regime fechado. Na sessão de julgamento, realizada nesta quarta-feira (12), foi levado a júri popular pelo crime de homicídio qualificado contra um homem de 34 anos. Segundo o Ministério Público, os fatos teriam ocorrido na madrugada do dia (7) de setembro de 2012, na avenida José Heitor de Almeida Camargo, em uma bar.

>>Leia também
Homem é preso por tentativa de homicídio em Nova Andradina

Alessandro foi condenado nas reprimendas do art. 121, § 2º, incisos II e IV, c/c art. 14, II, ambos do Código Penal. A pena deve ser cumprida em regime inicial fechado, mas o réu pode recorrer em liberdade.

O Júri foi presidido pelo Dr. José Henrique Kaster Franco, MM. Juiz de Direito da Vara Criminal e Presidente do Egrégio Tribunal Popular do Júri desta comarca, tendo como acusação o Ministério Público Estadual através do Dr. Fabrício Secafen Mingati e na defesa do réu, a Defensoria Pública, através do Dr. Edson Cardoso. O julgamento durou aproximadamente 5h.

Para o Jornal da Nova, Alessandro disse que vai recorrer da decisão e se diz arrependido pelo que fez, há mais de 1 ano de 3 meses esta trabalhando em um frigorífico em Nova Andradina, para sustentar a família. Ficou isento o condenado de pagar as custas, porque é pobre.

Caso
Alessandro foi preso na madrugada do dia (7) de setembro de 2012, por volta das 1h, na avenida Ivinhema, depois de desferir uma facada em Francisco de Assis da Silva de 33 anos, nas costas, na altura dos pulmões.

A facada foi desferida enquanto ambos estavam em um bar, localizado entre avenida José Heitor de Almeida Camargo esquina com a rua Milton Modesto, região central da cidade, segundo testemunhas, Francisco não teve nem como se defender da ação de Alessandro, que após desferir, fugiu sentido avenida Ivinhema, mas foi detido por populares, até a chegada da Rádio Patrulha da Polícia Militar.

Francisco foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Regional, apurado pela reportagem do Jornal da Nova, Francisco não corria risco de morte, no entanto, foi submetido a procedimento cirúrgico.

Já Alessandro foi autuado pela Autoridade Policial em flagrante por tentativa de homicídio e se encontra custodiado na cadeia pública local, para a reportagem ele disse que houve uma discussão entre ele e Francisco.

Próximos Júris
Ação Penal nº 0003334-64.2012.8.12.0017 Autor: Ministério Público Estadual Réus: Janilson Gomes Cardoso, Antonio Éder Pereira da Silva e Alex Chaves da Silva Vítimas: Itamar Faria de Oliveira Carlos Farias Pedroso Advogado: Defensor Público e Ivan Roberto Data de julgamento: 19 de março de 2014, às 13h.

Ação Penal nº 0000752-57.2013.8.12.0017 Autor: Ministério Público Estadual Réus: Stanislau Vilhalba Vítima: Sandro Marcelino da Costa Advogado: Defensor Público Data de julgamento: 26 de março de 2014, às 13h.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!