Trio sequestra 8, mata mulher e tortura outros 3


O grupo de três assaltantes que praticou um arrastão, fazendo ao todo oito pessoas reféns em diversos pontos do Rio, matou uma mulher durante a madrugada e a manhã desta quarta-feira (20). Ao longo do trajeto da sequência de sequestros-relâmpago, três vítimas foram torturadas depois de serem levadas para uma favela.

De acordo com policiais militares do 41º BPM (Irajá), os criminosos usaram ao longo do trajeto três carros das vítimas e atiraram contra uma mulher, que estava em um quarto veículo, no fim da ação. Os crimes começaram em Rocha Miranda, no Subúrbio, passaram pela Lagoa, na Zona Sul, e voltaram para o Subúrbio, em Anchieta.

Ainda segundo policiais, os três criminosos começaram roubando um Omega, em Rocha Miranda, fazendo o motorista de refém. De lá, o bando seguiu para a Lagoa, na Zona Sul, onde praticou pequenos delitos e entrou dentro de um segundo carro, um Siena, onde estava um casal. A vítima do primeiro carro foi levada pelos criminosos dentro desse segundo veículo.


Vítima de cueca
Após o segundo roubo, os três criminosos e as três vítimas seguiram para uma favela no Subúrbio, que não foi identificada pelos PMs. Nesse local, o bando realizou torturas com as vítimas e chegou a deixar uma delas de cueca.

Depois da tortura, o bando seguiu para Ricardo de Albuquerque, no Subúrbio, e abordou o terceiro veículo, um Fox. Durante a ação, policiais do 41º BPM perceberam a movimentação e tentaram abordar os suspeitos.

Nesse momento, dois criminosos entraram no Fox, fizeram cinco passageiros de refém e fugiram na contramão. O último sequestrador seguiu no Siena com as outras vítimas por uma rua nas proximidades da Estrada Marechal Alencastro, em Anchieta, e foram seguidos pelos policiais.

Em seguida, o criminoso abandonou o Siena e tentou abordar uma mulher, ainda sem identificação, que dirigia um Fox Sport. Durante a tentativa de assalto, a motorista se assustou, tentou acelerar e acabou sendo baleada e morta pelo bandido, que conseguiu fugir.

Segundo a Polícia, nenhum dos outros oito reféns ficou ferido. Alguns deles prestaram depoimento na 31ª DP (Ricardo de Albuquerque).

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!