Cidades de todo o mundo apagam a luz neste sábado

Band


Pelo sexto ano consecutivo, cidades do mundo inteiro prometem apagar as luzes durante uma hora, entre 20h30 e 21h30, neste sábado. A ação faz parte da Hora do Planeta, uma campanha da ONG WWF que tem o objetivo de conscientizar a população para os efeitos do aquecimento global.

Com o slogan "Use seu poder para salvar o planeta", o movimento aposta no poder de cada um para a mudança, seja o cidadão brasileiro ou o Homem-Aranha, primeiro embaixador global do movimento.

A ONG WWF também promoveu o Desafio das Cidades, que premiou Belo Horizonte pelas iniciativas rumo ao desenvolvimento de uma economia de baixo carbono. A cidade, assim, se tornou a capital nacional da Hora do Planeta e chegou a concorrer com outras cidades do mundo ao título de capital global, que ficou com a Cidade do Cabo, na África do Sul.

"Como maior ato simbólico mundial contra o aquecimento global, a Hora do Planeta abre espaço para a reflexão da postura de cidades, empresas e cidadãos. Com o Desafio das Cidades vamos além da hora, com o objetivo de estimular a criação e disseminação de melhores práticas de atenuação e adaptação às mudanças climáticas por meio de planos ambiciosos, inspiradores e factíveis para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono", afirma a secretária-geral do WWF-Brasil, Maria Cecília Wey de Brito.

Na edição de 2013, mais de 7.000 cidades em 154 países apagaram as suas luzes por 60 minutos. Para participar, a população precisa apenas apagar as luzes durante o período, em seu horário local, e contribuir de forma simples com a sustentabilidade do planeta.

Ações pelo país

No Brasil, as ações já acontecem há alguns anos em diversas cidades. Neste ano, a capital nacional da Hora do Planeta, Belo Horizonte, promete apagar as luzes de alguns monumentos e prédios públicos.

Segundo a prefeitura da cidade, apagarão as luzes a Prefeitura, a Câmara, a Assembleia Legislativa, a Cidade Administrativa, o Estádio do Mineirão, a Praça da Bandeira, a Igrejinha da Pampulha e até alguns restaurantes, que prometem um clima à luz de velas para seus clientes.

No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor e Igreja da Penha terão as luzes desligadas de 20h30 até 21h30. O serviço será executado por quatro equipes da Rio Luz, empresa de iluminação pública.

Brasília também aderiu ao projeto. Além de ser a âncora da campanha, vai apagar o Palácio do Buriti, o Complexo Cultural da República - Biblioteca e Museu Nacional, a Catedral Metropolitana de Brasília, a Esplanada dos Ministérios e a Praça dos Três Poderes.

Pela primeira vez São Paulo será a sede nacional da Hora do Planeta e, segundo a prefeitura da capital paulista, o Theatro Municipal é um dos monumentos que será apagado. Neste sábado, um interruptor gigante instalado na Praça Victor Civita, em Pinheiros, também irá apagar, simbolicamente, todas cidades brasileiras participantes e iniciar oficialmente a Hora do Planeta no Brasil. O evento terá apresentação de grupo de dança Pélagos, EcoPista, uma pista de dança que gera e armazena energia e algumas surpresas relacionadas a dois embaixadores da campanha: o Homem-Aranha e o Homem do Farol.

Os participantes estão convidados a demonstrar sua preocupação com o planeta levando velas, lanternas e cartazes.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!