Polícia Ambiental de Bataguassu resgata grupo de pescadores no rio Paraná

Da Redação


Policiais Militares Ambientais de Bataguassu foram informados na noite deste domingo (20) que um grupo de cinco pessoas estaria desaparecido no lago da Usina Sérgio Motta [rio Paraná]. Eles haviam desaparecido quando pescavam em duas embarcações e um forte vendaval arrastou e tombou suas embarcações, que eram de pequeno porte.

A PMA colocou três equipes à procura dos desaparecidos e na madrugada desta segunda (21), por volta da 1h, uma das equipes localizou uma embarcação tombada e três pessoas, sendo Milson Brechani de 54 anos, um adolescente de 12 anos e Fabrício Ferraiolli Cortez Nascido de 34 anos. Nas proximidades, localizaram outra embarcação com mais duas vítimas, Antônio Gilson de Brito Nascido de 48 anos e Paulo Correa de 48 anos. Todas as vítimas são de Santo André (SP) e estavam de coletes salva-vidas.

Os policiais socorreram as vítimas e levaram a uma área de lazer do lado paulista, no município de Presidente Epitácio (SP) e as entregou a uma guarnição do Corpo de Bombeiros daquela cidade, que iniciou atendimento no local. As vítimas corriam riscos de hipotermia se não fossem encontradas em tempo hábil, pois todas estavam com os corpos dentro da água e já tremiam de frio. Por saber desse risco, a PMA empregou todo o seu efetivo nas buscas.

A região do lago da Usina Sérgio Motta é muito perigosa, principalmente para pequenas embarcações, pois como a área de água é muito extensa, sem proteção, ventos fortes levantam ondas muitos fortes. Segundo os policiais, no momento da ventania formaram-se ondas de mais de quatro metros de altura.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!