Acusados de tentar matar jardineiro são presos em Maracaju

Da Redação


A Polícia Civil de Maracaju concluiu esta semana o inquérito policial que investigava a tentativa de homicídio do jardineiro Moisés Henrique Gimenez da Silva de 36 anos, ocorrida no início do mês de abril na Estação Ferroviária daquele município.

Durante as investigações ficou comprovado que por conta de desavenças, Anderson Júnior da Silva de 21 anos, Edilson José dos Santos de 23 anos e Celso Céspede Freitas de 34 anos, durante a madruga foram armados até a Estação Ferroviária, onde estava a vítima e efetuaram dois disparos, sendo que um deles atingiu as cosas de Moisés.

De acordo com a Polícia Civil, os acusados suspeitavam que a vítima tinha praticado um furto na casa de Anderson e por isso revolveram se vingar. Moisés foi socorrido e levado ao hospital, onde passou por procedimento cirúrgico e não corre risco de morte.

O delegado responsável pelo caso, Dr. Amylcar Eduardo Paracatu Romero, representou pelas prisões preventivas de Anderson, Edilson e Celso, que foram decretadas pela 1ª Vara Criminal de Maracaju. Dois deles foram presos, sendo que Edilson continua foragido.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!