Oito pessoas foram presas durante operação da Polícia Civil

Da Redação, com PC


Com o objetivo de combater crimes no Sul do Estado, a Polícia Civil deflagrou na última sexta-feira (9), em Laguna Caarapã, a operação “Laguna Limpa”. Sete pessoas foram presas, apreendidos veículos, drogas e fechados vários pontos que funcionavam no município.

O balanço da ação foi divulgado no início desta semana, pelo delegado responsável pela operação, Dr. Mateus Zampieri Nogueira. Ao todo foram presas em flagrante oito pessoas, apreendias cinco motocicletas, um carro, várias porções de maconha, pasta base e crack e cumpridos seis mandados de busca e apreensão, em vários endereços da cidade.

Segundo o delegado, um ponto de venda de drogas que funcionava na rua João Lourenço de Lima, no centro, comandado por um adolescente de 16 anos, foi fechado e o menor apreendido com uma porção de 40 gramas de maconha.

Na rua Brasil, bairro Nossa Senhora Aparecida, foi detido Márcio Benitez Franco de 19 anos, conhecido como “Marcinho”, Ana Paula Ferraz dos Santos de 22 anos, Simão Benitez de 19 anos. No local foram apreendidos R$ 87 em dinheiro, um aparelho de celular e uma porção de crack preparada para a venda.

Na mesma rua e bairro também foram presos Paulo Sesfpedes Oliveira de 35 anos, Dionízio Sesfpedes de 37 anos e apreendida uma adolescente de 17 anos, amásia de Dionízio. No local foram apreendidos R$ 480 em dinheiro, cinco celulares, duas porções de pasta base e nove papelotes de cocaína.

Todos foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil de Dourados, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação e corrupção de menores. Outras duas pessoas uma de 20 e outra de 21 anos foram autuadas por portar droga para consumo pessoal.

A ‘Operação Laguna Limpa’ foi realizada em conjunto com a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e SIG (Setor de Investigações Gerais) de Dourados, Garras (Grupo Armado de Resgate e Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros), Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), e Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

De acordo com Dr. Mateus Zampieri, esta é a primeira, de várias outras operações policiais que acontecerão na cidade. "Recebemos várias denúncias sobre a existência de pontos de vendas de drogas na cidade e vamos trabalhar com afinco para combater o tráfico de drogas”, disse o delegado, pedindo ainda apoio da sociedade, para que realize denúncias.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!