Um dia após dar queixa, mulher é morta pelo ex-companheiro

Redação


Um dia após registrar boletim de ocorrência, uma babá, de 22 anos, foi morta a tiros por seu ex-companheiro, de 28 anos, em Campo Grande. De acordo com o G1, o crime foi presenciado pela irmão da vítima que também teve o seu capacete perfurado por uma bala, embora não ficasse ferida.

A babá estava na garupa da moto da irmã, quando elas foram abordadas pelo criminoso, que após fazer diversos disparos, fugiu em outra motocicleta.

Para escapar da morte, a irmã da vítima disse ter fingindo estar morta. Ao pedir ajuda aos vizinhos, ela disse ter visto o ex-cunhado de volta no local do crime, quando teria apontado a arma para a própria cabeça, não chegando a atirar. Em seguida, o homem voltou a fugir.

A mulher ferida foi levada a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Universitário, mas não resistindo aos ferimentos, morreu ao dar entrada na UPA. O caso foi registrado como homicídio doloso e violência doméstica.

Para a mulher de 25 anos, o ex-cunhado é o principal suspeito de cometer o crime, porque ele não aceitava o fim do relacionamento, que durou cerca de sete anos. Os dois tiveram uma filha de quatro anos, segundo a irmã.

De acordo com a Polícia Civil, o homem é evadido da Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, em Campo Grande, desde o dia 1º de novembro. Ele tem passagens por roubo, lesão corporal dolosa, porte ilegal de arma de fogo, direção perigosa e dirigir sem habilitação.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!