Acusado de matar carreteiro se apresenta com advogado na Delegacia de Nova Andradina

A arma utilizada no crime não foi apresentada na Delegacia
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: Jornal da Nova/Arquivo
21/11/2017 07h00
Marciliano por ora não ficará preso porque se apresentou fora do flagrante e não tem mandado de prisão contra ele / Imagens: Jornal da Nova/Arquivo

O suspeito do assassinato do caminhoneiro Paulo Ribeiro da Silva de 49 anos, era mais conhecido como “QRA Baiano”, se apresentou na tarde desta segunda-feira (20), acompanhado de um advogado, junto a Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina.

 

Leia também

>> Carreteiro de Nova Andradina morre com tiro na cabeça durante desentendimento

 

Marciliano Souto da Silva de 35 anos, conhecido como “Ninja das Podas”, confessou ter tirado a vida de Paulo, na noite do último sábado (18), em frente a residência da vítima, na rua Francisco de Assis Reinaldth, próximo a esquina com a rua Espírito Santo, nas proximidades do ESF (Estratégia de Saúde da Família) Morada do Sol.

 

A princípio, Marciliano confessou o crime e alegou ter efetuado três disparos de arma de fogo contra a vítima, sendo um fatal, que acertou na altura da cabeça.

 

O acusado relatou ter sido agredido pela vítima e pelos filhos dela, que ainda o provocaram, enquanto ele estava com o pneu do seu veículo furado, uma caminhonete Ford/F-250. Ele se revoltou e veio a cometer o crime.

 

Após o homicídio, Marciliano foi para a região de Ivinhema, mas não deu detalhes do local onde ficou. A arma do crime não foi apresentada.

Vítima morreu com um tiro na cabeça – Foto: Arquivo familiar

Marciliano se encontra em liberdade, pois não há flagrante e nem mandado de prisão contra ele até o momento.

 

Segundo o Delegado Titular da Delegacia de Nova Andradina, Dr. Luiz Quirino, reponsável pelo caso, quatro pessoas já foram ouvidas e outras testemunhas também irão depor. A Polícia Civil segue com as investigações.

 

Reportagem do Jornal da Nova tentou contato com Marciliano, mas não foi encontrado.



Comunicar erro




VEJA MAIS