Prefeitura prepara área para construção de 20 casas no bairro Bela Vista 3

Construção da casa própria começará na próxima semana por meio do Programa Lote Urbanizado

Cogecom


A Prefeitura Municipal de Nova Andradina, por meio das secretarias de infraestrutura e serviços públicos, finalizou esta semana a preparação da área que irá abrigar 20 casas no bairro Bela Vista 3. Foram executadas obras de infraestrutura básica, como a limpeza, demarcação dos lotes, nivelamento, compactação e topografia do terreno.

A construção das novas moradias começará nesta segunda-feira, dia 27 de novembro, por meio do Programa Lote Urbanizado desenvolvido pela AGEHAB (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul) em parceria com a Agehnova (Agência de Habitação de Nova Andradina.

De acordo com a diretora presidente da Agehnova, Márcia Lobo, as novas residências serão construídas numa área municipal que estava abandonada, cheia de mato, entulho e lixo. “Uma dos pilares da administração é a construção de moradias. A demanda é de quase 3 mil famílias. Então, a escolha da área para esta finalidade não poderia ser mais acertada. Resolvemos um problema de saúde pública e ainda ajudamos 20 famílias a realizar o sonho da casa própria”, defendeu a diretora.

O secretário de infraestrutura, Julio Cesar Castro Marques, ressaltou a preocupação do prefeito Gilberto Garcia com o aproveitamento de áreas que estão em desuso para a viabilização de casas populares. “Atendemos a determinação do prefeito de fazer um levantamento das áreas desocupadas e que poderão ser usadas na construção de unidades habitacionais. Esta região é dotada de água, energia elétrica, pavimentação asfáltica, além de estar próxima a escola, creche, unidade de saúde, hospital, entre outros serviços públicos. Enfim, reúne condições ideais para esta obra, que beneficiará famílias que realmente precisam”, pontuou.

As bases estão prontas para o início da obra. Pelas regras do projeto, a responsabilidade pela construção está dividida entre as três partes, a prefeitura doa o terreno com infraestrutura; o Estado constrói a base da residência com fundação, instalações hidráulicas e sanitárias, contra piso e primeira fiada em alvenaria; e a família beneficiada entra com a mão de obra e a compra do material restante.

Edificação

A construção de cada casa é feita em duas etapas. Na primeira, a Agência Estadual de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (AGEHAB) edifica a base de 42,56m², executada para comportar dois quartos, sala/cozinha e banheiro.

A segunda etapa é o complemento da construção: a família selecionada tem que comprovar a compra do material e a mão de obra (pessoa que receberá assistência técnica e será acompanhada na autoconstrução). O prazo para a conclusão da segunda etapa é de 24 meses contados a partir da assinatura de autorização para execução da obra.

O Lote Urbanizado é voltado às famílias com renda mensal de até R$ 4,6 mil. Mas existem critérios de priorização, como mulher chefe de família, pessoas que têm filhos e pessoas com deficiência. Este programa é para famílias que tem alguma capacidade de investimento por mês.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!